Fotos: Ricardo Duarte/Internacional e Alexandre Vidal/Flamengo

Fotos: Ricardo Duarte/Internacional e Alexandre Vidal/Flamengo

Por mais que tentemos enxergar o futebol brasileiro de maneira otimista, diariamente somos motivados a descer do salto da arrogância e admitir que o nosso principal esporte vem agonizando cada dia mais.

O exemplo recente é a saída de Coudet do Internacional para dirigir o Celta de Vigo. O argentino preferiu abrir mão da luta pelo título Brasileiro, ou da Copa do Brasil e até mesmo da Libertadores – eu não acredito que o Inter será campeão continental -, para se aventurar no modesto time espanhol que luta contra o rebaixamento. A ambição aí não é técnica, mas financeira, por isso a mudança. Na cabeça do comandante também passa a ideia de que um bom trabalho no clube espanhol poderá levá-lo a outro patamar na própria Espanha ou no continente europeu, agora ele está em uma outra vitrine.

Enquanto Coudet dispensava o Inter, o Flamengo mandava embora Domenec Torrent. Aqui houve mais uma falha grave da administração esportiva brasileira. Era cristalino que o catalão não tinha tamanho suficiente para dirigir o gigante carioca, mas a arrogância de acreditar que é sempre possível acertar na escolha de um treinador bastando ter um RG estrangeiro causa este tipo de vexame. Foram somente três meses e um time lutando com chances reais em três competições, mas ficou claro que a sustentação do Flamengo se dá muito mais pelo esforço de um ótimo elenco do que pela qualidade do seu técnico.

Depois de perder três meses com a comissão espanhola, o Flamengo faz uma correção de rota bem interessante e leva para a Gávea o treinador brasileiro da nova geração com o maior potencial de crescimento. Rogerio Ceni tem tudo para dar certo no Rio e seguir o legado de Jorge Jesus. Se os dirigentes não atrapalharem, temos tudo para ver uma nova era marcante do rubro negro.

E assim, de erro em erro, de saídas e chegadas, de tanta gente tentando atrapalhar o futebol brasileiro, vamos sobrevivendo das migalhas que nos restam para saborear em nossos gramados brasileiros, no futebol nacional.

 

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa