Polêmica foi reavivada em entrevista à Globo. Foto: Reprodução

Polêmica foi reavivada em entrevista à Globo. Foto: Reprodução

Ídolo histórico do Atlético-MG, o ex-atacante Reinaldo concedeu uma entrevista para a "TV Globo" rebatendo a posição do ex-árbitro José Roberto Wright de que, mesmo com VAR, voltaria a expulsar o atleticano no jogo de desempate da Libertadores de 1981 contra o Flamengo.

"Não quero dar mais pérolas aos porcos. Tem que ser canalha para falar isso. Com todo respeito a esse senhor de idade essa versão dele ninguém acreditou. O VAR está contra ele, deixa ele discutir com o VAR", afirmou Reinaldo.

A eterna polêmica de quase 40 anos foi reativada no último domingo, quando Wright disse em entrevista ao "Esporte Espetacular" que não se arrependia de expulsar cinco jogadores do time mineiro e afirmou que nem se existisse o árbitro do vídeo naquela época mudaria suas decisões.

"Faria igualzinho (se existisse árbitro de vídeo). Se eu não tivesse avisado os jogadores antes que a próxima seria vermelho, diria que um amarelo poderia até segurar. Mas pelo clima do jogo não tinha mais como, os jogadores não estavam respeitando mais", disse Wright.

A polêmica começou aos 32 minutos do primeiro tempo daquela partida. Wright expulsou Reinaldo por uma falta no meio de campo. Menos de dois minutos depois, Éder trombou nele e também recebeu o cartão vermelho.

Com dois expulsos, os jogadores do Atlético-MG foram para cima de Wright, e Chicão e Palhinha levaram o vermelho na confusão. O jogo acabou pouco tempo depois, quando o goleiro João Leite retardou o reinício da partida e também foi expulso. Como o time mineiro tinha apenas seis jogadores em campo, a partida foi encerrada e o Flamengo declarado vencedor.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    22
  • 2 San
    20
  • 3 Fla
    17
  • 4 Int
    16
  • 5 Atl
    16
  • Veja tabela completa