Jorge Jesus será o novo técnico do Flamengo. Foto: REUTERS/Giorgio Perottino

Jorge Jesus será o novo técnico do Flamengo. Foto: REUTERS/Giorgio Perottino

No último fim de semana o Flamengo anunciou o acerto com o treinador português Jorge Jesus. O técnico se junta a Jorge Sampaoli, do Santos, e é o segundo estrangeiro que dirige, atualmente, uma equipe da Série A do Campeonato Brasileiro.

Quando um técnico estrangeiro chega ao Brasil, todos ficam de olho para ver se o comandante terá sucesso. O UOL Esporte separou alguns nomes internacionais que passaram recentemente pelo futebol brasileiro e tiveram ou não sucesso.

Ricardo Gareca

Friedemann Vogel/Getty Images

Imagem: Friedemann Vogel/Getty Images

O técnico argentino chegou ao Palmeiras, em 2014, após um trabalho consolidado no Vélez Sársfield, da Argentina. Na época, o Alviverde vivia situação financeira muito delicada e brigava para não cair para a Série B do Brasileirão. Gareca não conseguiu ficar mais de 3 meses no comando da equipe, foi demitido após 13 partidas e um aproveitamento de 33% - 2º pior aproveitamento entre técnicos deste século. Atualmente ele é treinador da seleção do Peru.

Reinaldo Rueda

Gilvan de Souza/ Flamengo

Imagem: Gilvan de Souza/ Flamengo

O técnico colombiano chegou ao Flamengo após ser campeão da Libertadores com o Atlético Nacional, em 2017. No comando do rubro-negro, Rueda chegou na final da Copa do Brasil e da Sul-Americana, não venceu nenhuma das competições. Em janeiro, ele comunicou que deixaria o clube para assumir a seleção do Chile, onde está até hoje.

Diego Aguirre

Marcello Zambrana/AGIF

Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

O uruguaio treinou três equipes no futebol brasileiro: Internacional, Atlético-MG e o São Paulo. No Inter conquistou o Campeonato Gaúcho, em 2015 e no Galo, a Florida Cup, em 2016. No Tricolor paulista, fez um grande primeiro turno no Brasileirão do ano passado, mas não conseguiu se manter na liderança e foi demitido faltando apenas cinco rodadas para o fim da competição. Atualmente comanda o Al-Rayyan, do Qatar.

Paulo Bento

Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

Imagem: Washington Alves/Light Press/Cruzeiro

O português também é outro estrangeiro que teve passagem pouco duradoura pelo Brasil. Ele permaneceu no comando do Cruzeiro em apenas 17 partidas. O desempenho frustrante no Brasileirão culminou na demissão do técnico. Atualmente ele dirige a seleção da Coréia do Sul.

Juan Carlos Osório

Ricardo Nogueira/Folhapress

Imagem: Ricardo Nogueira/Folhapress

Osório é outro treinador estrangeiro que passou pelo São Paulo. Em 2015 ele assumiu a equipe, mas após cerca de cinco meses, anunciou à diretoria sua intenção de dirigir a seleção do México e acabou deixando o Tricolor. Atualmente ele dirige a seleção do Paraguai.

Edgardo Bauza

Xinhua/Rahel Patrasso

Imagem: Xinhua/Rahel Patrasso

O argentino chegou ao São Paulo, no fim de 2015, com as credenciais de bicampeão da Libertadores, com LDU e San Lorenzo. No ano seguinte, ele chegou com a equipe à semifinal da competição continental e acabou parando no campeão Atlético Nacional. Ele deixou o Tricolor após receber um convite para assumir a seleção da Argentina e foi anunciado em 1º de agosto de 2016. Atualmente está sem clube.

Jorge Sampaoli

Ivan Storti/Santos FC

Imagem: Ivan Storti/Santos FC

Sonho antigo dos clubes brasileiros, Sampaoli chegou ao Santos após uma Copa do Mundo desastrosa no comanda do Argentina. O treinador continua no Peixe e conquistou o coração dos santistas com a forma do time jogar, mas já acumula três eliminações no primeiro semestre do ano (Campeonato Paulista, Copa Sul-Americana e Copa do Brasil). Ele já dirigiu a equipe da baixada em 33 partidas, venceu 17 vezes, empatou 8 e perdeu 8.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa