Um dos principais atletas do Rostov é Moussa Doumbi, atleta do Mali, um dos países que registraram casos da doença

Um dos principais atletas do Rostov é Moussa Doumbi, atleta do Mali, um dos países que registraram casos da doença

Do UOL, em São Paulo

Técnico do Rostov, Igor Gamula gerou polêmica na Rússia por declarações preconceituosas envolvendo atletas negros. Em contato com repórteres após coletiva de imprensa, o treinador do time russo disse que não permitirá contratações de atletas negros de origem africana com medo do Ebola, doença que vitimou mais de 4 mil pessoas recentemente.

O grupo reúne seis atletas de origem africana. "Já temos bastante atletas de pele escura no elenco", disse Gamula.

"Eu já estou preocupado com o Ebola", disse, para logo em seguida dizer que foi em tom de brincadeira.

Um dos principais atletas do Rostov é Moussa Doumbi, atleta do Mali, um dos países que registraram casos da doença.

A Organização Mundial da Saúde investiga se dois novos casos em Mali são de Ebola.

O treinador comentou que um atleta russo se recuperou recentemente de febre alta, cuja causa seria o contágio por Ebola.

Gamula é conhecido na Rússia por declarações fortes. Ele chegou a ser denunciado pela Federação Local por críticas à arbitragem.

O Rostov é apenas o antepenúltimo (14º) colocado do Campeonato Russo.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    61
  • 2 Pal
    53
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    44
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa