Jovem alemão será piloto da Haas-Ferrari em 2021. Imagem: Haas F1 Team

Jovem alemão será piloto da Haas-Ferrari em 2021. Imagem: Haas F1 Team

O alemão Mick Schumacher, de 21 anos, foi confirmado nesta quarta-feira (2) como piloto da Haas-Ferrari na próxima temporada de Fórmula 1.

Atual líder da Fórmula 2, próximo do título, Mick é filho do heptacampeão Michael Schumacher e sobrinho de Ralf Schumacher, que competiu na Fórmula 1 entre 1997 e 2007, obtendo como melhores classiicações em campeonatos os quarto lugares em 2001 e 2002, ambos pela Willliams-BMW.

A Haas, futura equipe de Mick Schumacher, hoje rivaliza com a Williams pelas últimas posições do grid, e o jovem alemão terá como companheiro de equipe outro estreante, o russo Nikita Mazepin, hoje na F2.

MISSÃO DIFÍCIL, TENTAR PONTUAR NO PRIMEIRO ANO NA F1...

Como os carros não deverão ter grandes modificações para 2021, será uma missão das mais difíceis para que Mick Schumacher consiga figurar na zona de pontos em seu ano de estreia.

O PAI ESTREOU PELA JORDAN E EM SEGUIDA FOI PARA A BENETTON

A estreia de Michael Schumacher na Fórmula 1 que acabou acontecendo por conta de um problema que aconteceu com o belga Bertrand Gachot, que se envolveu em um acidente de trânsito dias antes do GP da Bélgica de 1991, em Spa-Francorchamps. Gachot era piloto da Jordan-Ford e acabou sendo preso, o que o impossibilitou de participar da prova.

Eddie Jordan precisava de dinheiro, pois o orçamento de sua equipe era limitado, o que abriu as portas para que Schumacher conseguisse a vaga. E ele surpreendeu nos treinos, classificando-se em sétimo lugar, à frente do veterano Andrea de Cesaris, que partiu da 11ª colocação.

Com um problema na embreagem, Schumacher não completou a primeira volta, mas sua performance no final de semana convenceu Flávio Briatore, chefe da equipe Benetton, que lhe propôs um contrato para pilotar nas cinco provas restantes do ano, no lugar do brasileiro Roberto Pupo Moreno, que foi dispensado. Schumacher formou dupla com Nelson Piquet, exatamente a última temporada do brasileiro na Fórmula 1. Moreno, por sua vez, foi para a Jordan.

Michael Schumacher om a Jordan-Ford em 1991, em Spa-Francorchamps, sua primeira corrida na Fórmula 1. Ele largou em sétimo e surpreendeu Eddie Jordan, chefe da equipe. Foto: Divulgação

Ao término da temporada de 1991, Schumacher pontuou logo em sua estreia pela Benetton, com o quinto lugar no GP da Itália. Depois, dois sextos lugares, em Portugal e Espanha. Nas duas últimas corridas do ano ele não concluiu, Japão e Austrália.

De qualquer forma, foi um excelente começo, e no ano seguinte, 1992, Michael já líder na Benetton, terminou a temporada em terceiro lugar, arás do campeão Nigel Mansell e do vice Riccardo Patrese, ambos da Williams-Renault. Ficou uma posição à frente de Ayrton Senna (McLaren-Honda).

Ainda em 1991, pela Benneton-Ford, Michael Schumacher pontuou em três das cinco corridas que disputou pela equipe italiana. Foto: Divulgação

O TIO COMEÇOU MELHOR QUE O PAI, MAS DEPOIS...

Com o sobrenome do irmão em alta, o caminho para Ralf Schumacher chegar à Fórmula 1 foi facilitado. Assim, em 1997, pela Jordan-Peugeot, mesma equipe que Michael tinha feito sua primeira corria, ele estreou, no GP da Austrália, mas não concluiu, o mesmo acontecendo no GP do Brasil.

Porém, já em sua terceira corrida, o GP da Argentina, ele subiu ao pódio em terceiro lugar, prova vencida por Jacques Villeneuve (Williams-Renault) e com Eddie Irvine (Ferrari) em segundo. Seu irmão, Michael, então na Ferrari, abandonou na primeira volta, após batida.

O primeiro ano de Ralf Schumacher na Fórmula 1 acabou sendo bastante promissor. Em uma época com apenas os seis primeiros marcando pontos, ele terminou no top-6 em outras cinco corridas: sexto no GP da França e quinto na Grã-Bretanha, Alemanha, Hungria e Áustria.

Ralf Schumacher com a Jordan-Peugeot em 1997, seu ano de estreia na F1. Foto: Divulgação

PERSPECTIVA

Em que pese a limitação técnica da Haas, Mick Schumacher está atrelado à Ferrari. Assim, não será uma surpresa tão grande que, tendo um bom ano de estreia, superando seu companheiro de equipe e, quem sabe conseguindo abocanhar um ou outro ponto, o time de Maranello o recrute futuramente.

E, ao que tudo indica, um futuro não tão distante assim.


   

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCHINA NO YOUTUBE

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa