Serra ganhou a corrida 1 neste domingo e lidera o campeonato. Foto: Bruno Terena/Divulgação

Serra ganhou a corrida 1 neste domingo e lidera o campeonato. Foto: Bruno Terena/Divulgação

A Eurofarma RC teve um final de semana brilhante na abertura da temporada da Stock Car neste domingo (25), na rodada dupla disputada em Goiânia, com seus dois pilotos subindo ao topo do pódio, Daniel Serra vencendo a primeira corrida e Ricardo Maurício a segunda.

Serra, que largou em terceiro lugar na corrida 1, ganhou a liderança do pole Cacá Bueno (Crown Racing) ainda na primeira volta, após ter superado o companheiro de equipe Ricardo Maurício.

Daniel até perdeu a liderança após o pit-stop obrigatório, quando voltou imediatamente atrás de Maurício. Porém, em raro erro, Ricardinho subiu na zebra e acabou rodando, caindo para o nono lugar, posição em que acabou terminando a corrida 1. Em entrevista a Celso Miranda, da Band, Ricardo Maurício justificou a rodada por conta de um bloqueio na dianteira. 

Na liderança, Serra não foi ameaçado por Cacá Bueno, que terminu em segundo, seguindo por Allam Khodair (Blau Motorsport), que fechou o top-3.  

ATUALIZAÇÃO

Em decisão tomada à noite, os comissários puniram Ricardo Maurício com 20 segundos, o que o rebaixou para a 16ª colocação na corrida 1. De qualquer forma, como a decisão foi tomada depois, ele largou em segundo lugar na corrida 2 (e acabou vencendo a pova).

Daniel Serra liderando a primeira corrida em Goiânia, seguido por Cacá Bueno. Foto: Bruno Terena/Divulgação

Na corrida 2, a confirmação do fim de semana brilhante da Eurofarma RC, com a vitória de Ricardo Maurício, que largou em segundo lugar mas conseguiu superar Gaetano di Mauro (KTF Racing), que fechou a prova em segundo. Gabriel Casagrande (AMattheis Vogel) recebeu a bandeira quadriculada em terceiro lugar, para completar o pódio goiano. Daniel Serra terminou em quinto lugar, posição que lhe garantiu a liderança do certame.

Rosinei Campos, o Meinha, chefe da equipe Eurofarma RC, fez um balanço do ótimo fim de semana em Goiânia.

"Não sei nem o que dizer, é uma coisa incrível. Foi um trabalho de toda a equipe, mérito de cada um que participa, inclusive a Eurofarma que nos dá apoio e segurança para poder trabalhar e isso é muito importante. O resultado veio, além do que a gente esperava. Eu sabia que não seria fácil, mas, acabamos encaixando um ajuste no carro e o resultado foi realmente bom. Nunca na minha carreira conseguimos tantos troféus assim, estou realmente muito feliz", ponderou Meinha, que lembrou que o começo do trabalho na capital de Goiás não foi fácil.

"No começa estava difícil saber porque a gente tinha pouco pneu, mas, assim que colocamos os pneus novos o resultado apareceu. E foi isso aí, o perfeito nunca existe, mas, foi excepcional”, finalizou Meinha, que está na Stock desde a primeira corrida da categoria, em 1979.

PRÓXIMA ETAPA

Em 16 de maio acontece a segunda etapa da Stock Car, em Interlagos (SP).

Rosinei Campos, o Meinha, à frente dos dois carros de sua equipe, da dupla vitoriosa em Goiânia: Ricardo Maurício (90) e Daniel Serra (29). Foto: Stock Car/Divulgação

Depois de rodar na corrida 1, Ricardo Maurício foi perfeito na prova 2, fechando o fim de semana brilhante da Eurofarma RC. Foto: Bruno Terena/Divulgação

 

CORRIDA 1

Na largada, Cacá Bueno conseguiu manter-se à frente na primeira curva, mas durante a primeira volta caiu para o terceiro lugar, superado por Daniel Serra e Ricardo Maurício.

Ainda na primeira volta, Beto Monteiro acertou a traseira de Max Wilson e os dois abandonaram a corrida.

A disputa mostrou-se franca entre os companheiros da Eurofarma RC, com Maurício chegando a superar Serra, mas as posições foram revertidas em seguida. 

Os seis primeiros na volta 5: Daniel Serra, Ricardo Maurício, Cacá Bueno, Allam Khodair, Cesar Ramos e Gaetano di Mauro.

SAFETY-CAR - BATIDA DE TONY KANAAN

Pancada forte de Tony Kanaan na proteção de pneus. O piloto da Full Time Bassani passou direto pela brita e bateu com intensidade, mas deixou o carro sem problemas, encerrando sua participação na prova. O piloto justificou a batida pela falta de freio. "O freio começou a abaixar na segunda volta e agora é ir para Interlagos", disse o piloto ao repórter Celso Miranda, da Band.

O safety-car deixou a pista na volta 8 e as primeiras posições foram mantidas e em seguida aberta a janela para pit-stop obrigatório.

Maurício foi o primeiro dos líderes a fazer seu pit-stop e Serra voltou à pista caindo para o segundo lugar.

Mas a liderança de Ricardo Maurício durou pouco. Ele subiu na zebra e acabou rodando. Ele conseguiu voltar mas despencou para o nono lugar.

FIM DE PROVA PARA MASSA

Felipe Massa entrou nos boxes quando restavam menos de dois minutos para o término da corrida 1, com problema de câmbio em seu carro.

BANDEIRA PRETA

Rubens Barrichello e Ricardo Zonta não respeitaram a janela para reabastecimento e troca de pneus e foram eliminados da classificação final.

Com tranquilidade, Serra fechou a corrida 1 em primeiro, seguido por Cacá Bueno e Allam Khodair. Gaetano, o décimo, com o grid invertido, iniciou a prova 2 em primeiro.

CORRIDA 2

Na primeira fila, Gaetano e Maurício no ínicio da prova de 20 minuotos.

Gaetano ficou na linha interna e conseguiu sustentar-se à frente, com Maurício em segundo e Casagrande em terceiro.

Safety-car na pista por conta de rodada de Marcos Gomes, que abandonou. Muitos detritos na pista em razão de alguns toques que aconteceram no momento da largada. Fim de prova também para Khodair, com problema mecânico.

Na relargada, restando pouco mais de dez minutos para o final da prova, Gaetano manteve-se em primeiro, seguido por Ricardo Maurício, Casagrande, Navarro, Camilo e Bruno Baptista.

Maurício assumiu a liderança em bela manobra sobre Gaetano, enquanto Barrichello tocava com Galid e rodava.

Sem permitir qualquer recuperação de Gaetano, Ricardo Maurício venceu, seguido do próprio Gaetano e de Gabriel Casagrande.

CLASSIFICAÇÃO FINAL DAS DUAS PROVAS DA STOCK CAR NA ETAPA DE GOIÂNIA:

CORRIDA 1

1º - Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) - 17 voltas
2º - Cacá Bueno (Crown Racing/Chevrolet Cruze) - a 1s608
3º - Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) - a 4s510
4º - Bruno Baptista (RCM/Toyota Corolla) - a 6s145
5º - Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) - a 7s965
6º - Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) - a 8s823
7º - Gaetano di Mauro (KTF Racing/Chevrolet Cruze) - a 10s566
8º - Átila Abreu (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) - a 10s828
9º - Guilherme Salas (KTF Sports/Chevrolet Cruze) - a 10s879
10º - Lucas Foresti (KTF Sports/Chevrolet Cruze) - a 13s590
11º - Julio Campos (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) - a 16s720
12º - Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Toyota Corolla) - a 17s874
13º - Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) - a 19s326
14º - Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) - a 22s368
15º - Gabriel Casagrande (A. Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) - a 29s916
16º - Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) - a 30s515
17º - Galid Osman (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) - a 36s530
18º - Pedro Cardoso (KTF Racing/Chevrolet Cruze) - a 44s987
19º - Gustavo Frigotto (RKL/Chevrolet Cruze) - a 45s099
20º - Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) a 46s020
21º - Tuca Antoniazi (Hot Car/Chevrolet Cruze) - a 59s301
22º - Nelson Piquet Jr. (MX Piquet Sports/Toyota Corolla) - a 3 voltas
23º - Felipe Massa (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) - a 5 voltas

Não completaram a prova:
Guga Lima (A. Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) - a 7 voltas
Sérgio Jimenez (MX Piquet Sports/Toyota Corolla) - a 8 voltas
Christian Hahn (Blau Motorsports II/Chevrolet Cruze) - a 11 voltas
Tony Kanaan (Full Time Bassani/Toyota Corolla) - a 12 voltas
Max Wilson (Full Time Sports/Toyota Corolla) - a 16 voltas
Beto Monteiro (Crown Racing/Chevrolet Cruze) - a 17 voltas

Desclassificados:
Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla)
Ricardo Zonta (RCM/Toyota Corolla)

CORRIDA 2

1º - Ricardo Maurício (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) - 12 voltas
2º - Gaetano di Mauro (KTF Racing/Chevrolet Cruze) - a 2s492
3º - Gabriel Casagrande (A. Mattheis-Vogel/Chevrolet Cruze) - a 5s225
4º - Átila Abreu (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) - a 9s978
5º - Galid Osman (Shell V-Power/Chevrolet Cruze) - a 10s022
6º - Denis Navarro (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) - a 11s798
7º - Daniel Serra (Eurofarma RC/Chevrolet Cruze) - a 12s000
8º - Thiago Camilo (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) - a 12s090
9º - Bruno Baptista (RCM/Toyota Corolla) - a 12s321
10º - Pedro Cardoso (KTF Racing/Chevrolet Cruze) - a 13s375
11º - Cesar Ramos (Ipiranga Racing/Toyota Corolla) - a 13s610
12º - Diego Nunes (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) - a 14s102
13º - Ricardo Zonta (RCM/Toyota Corolla) - a 14s481
14º - Guilherme Salas (KTF Sports/Chevrolet Cruze) - a 14s494
15º - Lucas Foresti (KTF Sports/Chevrolet Cruze) - a 17s736
16º - Rafael Suzuki (Full Time Bassani/Toyota Corolla) - a 21s165
17º - Christian Hahn (Blau Motorsport II/Chevrolet Cruze) - a 24s919
18º - Rubens Barrichello (Full Time Sports/Toyota Corolla) - a 25s893
19º - Sergio Jimenez (MX Piquet Sports/Toyota Corolla) - a 56s971
20º - Cacá Bueno (Crown Racing/Chevrolet Cruze) - a 3 voltas
21º - Tuca Antoniazi (Hot Car/Chevrolet Cruze) - a 3 voltas

Não completaram a prova:
Gustavo Frigotto (RKL/Chevrolet Cruze) - a 7 voltas
Allam Khodair (Blau Motorsport/Chevrolet Cruze) - a 12 voltas
Julio Campos (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze) - a 12 voltas
Marcos Gomes (Cavaleiro Sports/Chevrolet Cruze) - a 12 voltas

Desclassificado:
Felipe Massa (Lubrax Podium/Chevrolet Cruze)

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO APÓS UMA ETAPA (DUAS CORRIDAS):

1º - Daniel Serra - 44 pontos
2º - Gaetano di Mauro – 34
3º - Cesar Ramos – 32
4º - Bruno Baptista – 31
5º - Denis Navarro – 30
6º - Átila Abreu – 30
7º - Thiago Camilo – 30
8º - Cacá Bueno – 29
9º - Ricardo Maurício – 29
10º - Gabriel Casagrande – 24
11º - Galid Osman – 20
12º - Guilherme Salas – 19
13º - Lucas Foresti – 17
14º - Diego Nunes – 17
15º - Rafael Suzuki – 14
16º - Pedro Cardoso – 14
17º - Julio Campos – 10
18º - Ricardo Zonta – 8
19º - Allam Khodair – 7
20º - Christian Hahn – 4
21º - Rubens Barrichello – 3
22º - Gustavo Frigotto – 2
23º - Sergio Jimenez – 2
24º - Marcos Gomes – 1
25º - Tuca Antoniazi – 0
26º - Nelson Piquet Jr. – 0
27º - Felipe Massa – 0
28º - Guga Lima – 0
29º - Tony Kanaan – 0
30º - Max Wilson – 0
31º - Beto Monteiro – 0
32º - Felipe Lapenna – 0

CALENDÁRIO DA STOCK CAR PARA 2021 *

Data / Etapa / Local

25/04 – 1ª etapa – Goiânia - Pole de Cacá Bueno (1min26s863) - Vitórias de Daniel Serra e Ricardo Maurício.
16/05 – 2ª etapa – Interlagos
20/06 – 3ª e 4ª etapas – Velocitta
11/07– 5ª etapa – Cascavel
01/08– 6ª etapa – Curitiba
22/08– 7ª etapa – Curitiba
19/09– 8ª etapa – Santa Cruz do Sul
24/10– 9ª e 10ª etapas – Velocitta
21/11– 11ª etapa – Goiânia
12/12– 12ª etapa – a definir

* sujeito a alterações

 

  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa