Piloto da Full Time Sports disputou prova em 2007 pela TC 2000 no autódromo paulistano. Foto: Carsten Horst/Hyset

Piloto da Full Time Sports disputou prova em 2007 pela TC 2000 no autódromo paulistano. Foto: Carsten Horst/Hyset

O argentino Matías Rossi, agora pela Stock Car, defendendo a Full Time Sports, com Toyota Corolla, se reencontra com o Autódromo Internacional José Carlos Pace, em Interlagos, após 13 anos, e para disputar duas corridas: uma no sábado (22) e outra no domingo (23), esta a Corrida do Milhão.

Em 13 de junho 2007, pela Super TC 2000, Rossi, então competindo pela Chevrolet, terminou a prova na segunda colocação no circuito paulistano, após largar da mesma posição. A vitória foi de Marcelo Bugliotti, seu companheiro de equipe. Naquele ano, Matías foi o campeão da categoria.

“Interlagos é um circuito que eu gosto muito. Não vejo a hora de poder acelerar. Segui no Brasil, fazendo simulador na equipe, olhando as câmeras on board, todos os dados e trabalhando com os engenheiros”, contou o piloto, que está em 12º lugar na classificação do campeonato, com 19 pontos, após a rodada dupla disputada em Goiânia. Rubens Barrichello, seu companheiro de equipe, lidera o certame, com 38 pontos.

“A etapa de Goiânia foi muito legal e já me mostrou toda a competitividade da Stock Car. Todos os carros muito próximos. Preciso evoluir nas corridas, porque são muito diferentes das provas na Argentina. A estratégia aqui conta muito, além da boa utilização do push-to-pass (botão de ultrapassagem). Os pilotos da categoria já entendem muito bem os momentos corretos para aciona-lo”, destacou Rossi, de 36 anos.

O piloto se disse surpreso com toda a repercussão que sua estreia pela Stock causou na Argentina, que diferente do Brasil, ainda não retomou suas competições automobilísticas.

“O retorno na Argentina foi enorme, mais do que o esperado. Como as corridas ainda não foram retomadas por lá, foi muito importante para todos nós que estamos envolvidos no projeto Toyota Gazoo Racing ter a Stock Car transmitida. O impacto foi muito bom, muita gente assistiu e isso deve se repetir em Interlagos. Nas redes sociais, o retorno também foi muito grande”, pontuou Matías, que começa suas atividades de pista na sexta-feira (21) com o shakedown e duas sessões livres. 

Por conta da pandemia do novo coronavírus, não haverá presença de público em Interlagos nas duas etapas, e a Corrida do Milhão terá uma novidade na premiação, com o valor milinário não sendo destinado ao piloto, mas revertido em ítens no combate à pandemia do novo coronavírus, como EPIs (equipamentos de proteção individual), medicamentos, produtos de higiene pessoal, cestas básicas e serviços, para serem distribuídos ao longo do segundo semestre em várias regiões do Brasil, que vem registrando índices na casa de 1000 mortes por dia da covid-19 há mais de três meses.

Matías Rossi durante a etapa de abertura da temporada da Stock, em Goiânia. Foto: Carsten Horst / Hyset

Com informações da fgcom

PROGRAMAÇÃO COMPLETA PARA 3ª ETAPA E A CORRIDA DO MILHÃO DA STOCK CAR (4ª ETAPA) - INTERLAGOS (SP)

Sexta-feira, (21)

9h00 às 9h15: shakedown Stock Car

10h00 às 11h10: treino livre 1 Stock Car

14h00 às 15h10: treino livre 2 Stock Car

Sábado, (22)

9h00 às 9h32: classificação Stock Car

11h00 às 11h40: corrida 2ª etapa Stock Car

Domingo, (23)

8h15 às 8h47: classificação Stock Car

10h13 às 10h43: Corrida do Milhão Solidário Stock Car, 3ª etapa

CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO APÓS A RODADA DUPLA EM GOIÂNIA 

1 Rubens Barrichello – (Full Time Sports/Corolla), 38 pontos
2 Daniel Serra – (Eurofarma-RC/Cruze), 34 pontos
3 Thiago Camilo – (Ipiranga Racing/Corolla), 31 pontos
4 Ricardo Zonta – (RCM Motorsport/Corolla), 30 pontos
5 Ricardo Mauricio – (Eurofarma-RC/Cruze), 30 pontos
6 Cacá Bueno – (Crown Racing/Cruze), 29 pontos
7 Allam Khodair – (Blau Motorsport/Cruze), 26 pontos
8 Cesar Ramos – (Ipiranga Racing/Corolla), 26 pontos
9 Átila Abreu – (Shell V-Power/Cruze), 22 pontos
10 Nelson Piquet Jr – (Full Time Bassani/Corolla), 20 pontos
11 Galid Osman – (Shell V-Power/Cruze), 19 pontos
12 Matias Rossi – (Full Time Sports/Corolla), 19 pontos
13 Guilherme Salas – (KTF Sports/Cruze), 18 pontos
14 Bruno Baptista – (RCM Motorsport/Corolla), 18 pontos
15 Rafael Suzuki – (Full Time Bassani/Corolla), 14 pontos
16 Diego Nunes – (Blau Motorsport/Cruze), 13 pontos
17 Julio Campos – (Crown Racing/Cruze), 12 pontos
18 Vitor Genz – (KTF Sports/Cruze), 11 pontos
19 Denis Navarro – (Cavaleiro Sports/Cruze), 11 pontos
20 Pedro Cardoso – (R. Mattheis Motorsport/Cruze), 9 pontos
21 Tuca Antoniazi – (Hot Car Competições/Cruze), 7 pontos
22 Lucas Foresti – (Vogel Motorsports/Cruze), 6 pontos
23 Gaetano di Mauro – (Vogel Motorsports/Cruze), 0 ponto
24 Marcos Gomes – (Cavaleiro Sports/Cruze), 0 ponto
25 Gabriel Casagrande – (R. Mattheis Motorsport/Cruze), 0 ponto


 


     

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE 

 

 

 

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Int
    12
  • 2 Vas
    10
  • 3 Atl
    9
  • 4 São
    10
  • 5 Pal
    8
  • Veja tabela completa