O britânico teve uma carreira brilhante mas não conseguiu levantar um único título na categoria. Foto: Divulgação

O britânico teve uma carreira brilhante mas não conseguiu levantar um único título na categoria. Foto: Divulgação

Um dos melhores pilotos de todos os tempos, mas que nunca conseguiu um título de na Fórmula 1, esté é o britânico Stirling Moss, que completa 90 anos nesta terça-feira, 17 de setembro.

Moss foi vice-campeão mundial de Fórmula 1 por quatro anos consecutivos: 1955 (Mercedes), 1956 e 1957 (Maserati) e 1958 (Vanwall).

Em seus últimos três anos na F1, foi terceiro colocado, entre 1959 e 1961.

Stirling Moss sofreu com a concorrência implacável do argentino Juan Manuel Fangio, e embora não tenha se consagrado com um título na F1, é dono de um dos feitos mais importantes da história do automoiblismo, a conquista da Mille Miglia em 1955, superando na prova de longa duração justamente Fangio.

O jornalista Claudio Carsughi, principal jornalista brasileiro de automobilismo, e uma das maiores referências mundiais no segmento, tem uma opinião bastante positiva sobre a carreira de Stirling Moss, que venceu 16 vezes na F1 e fez 16 poles.

"Stirling Moss foi, talvez, o maior piloto britânico de todos os tempos. À frente dele, quem sabe, apenas Jim Clark e talvez no mesmo nível nós tenhamos o Jackie Stewart. Do Stirling Moss eu me lembro do início de carreira reamente entusiasmante, até o seu acidente. Daí para frente, claro, ele não teve o mesmo rendimento, mas ele se sobressaiu tanto em provas de pista quanto em provas de rua, como a Mille Miglia (1955) que ele ganhou e apresentou sempre um excelente rendimento. Talvez ele tenha tido, entre aspas, o azar de viver a mesma temporada de Fangio, então aquela imbatível equipe da Mercedes, de Fangio-Moss, não lhe deu a possibillidade de ter os lauréis que ele teria merecido. Não tivesse existido o Fangio naquele momento, provavelmente ele teria um álbum de ouro de recordes ainda maiores. Mas, sem dúvida ele foi um dos melhores pilotos que eu já vi", disse Claudio em entrevista ao Portal Terceiro Tempo em 19 de março de 2018.

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE STIRLING MOSS NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

Em 16 de julho de 1955, no GP da Grã-Bretanha, em Aintree, quando conquistou sua primeira vitória na F1, com Mercedes. Foto: Divulgação

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    58
  • 2 Pal
    50
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    43
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa