Revelado no Coritiba nos anos 90, Alex voltou ao clube para se despedir do futebol em 2014. Foto: Site Oficial

Revelado no Coritiba nos anos 90, Alex voltou ao clube para se despedir do futebol em 2014. Foto: Site Oficial

Voltar para casa, para o lugar onde tudo começou, para vestir ao menos uma vez a camisa que um dia te deu tudo. O futebol é repleto de histórias  como essas, onde jogadores escolhem voltar aos times onde iniciaram suas carreiras para ter a "última dança", o último suspiro de uma trajetória.

Em gesto de amor e gratidão, são muitos os jogadores que voltaram aos locais onde "nasceram" para o futebol com o objetivo de se despedir do futebol. O caso recente é o de Fernandinho, volante que começou a carreira no Athletico-PR, foi vendido ao Shakhtar, mais tarde fez história no Manchester City e agora, aos 36 anos, retornou ao Furacão para viver provavelmente os últimos anos de sua carreira.

RELEMBRE SETE JOGADORES QUE VOLTARAM AOS SEUS CLUBES DE ORIGEM PARA SE APOSENTAR

Alex

Revelado na base do Coritiba, Alex deixou o clube ainda muito novo contratado pelo Palmeiras para substituir Djalminha. No Verdão, o camisa 10 virou ídolo, foi multicampeão, foi para a Europa, passou pelo Flamengo, brilhou no Cruzeiro e fez história na Turquia defendendo o Fenerbahçe. Nos seus últimos anos de carreira, quando decidiu voltar ao Brasil, em 2012, Alex recebeu propostas de muitas equipes, mas fez questão de retornar ao Coxa, para se despedir do futebol vestindo a mesma camisa que o revelou. Foram dois anos no Couto Pereira, até que no final de 2014 o meia pendurou oficialmente as chuteiras.

CLIQUE AQUI E RELEMBRE A CARREIRA DE ALEX

Esse é o versátil Alex, que não apenas armou as jogadas para os arremates dos atacantes, mas também guardou os seus gols. Foto: UOL

Juan

Torcedor do Flamengo, Juan surgiu para o futebol revelado justamente por seu time do coração. Depois do sucesso muito jovem no time carioca, o zagueiro brilhou na Europa defendendo Bayer Leverkusen e Roma, disputou duas Copas do Mundo com a seleção brasileira (2006 e 2010) e em seu retorno ao Brasil escolheu o Internacional para jogar. Nos seus últimos momentos como profissional, porém, o defensor de muita classe fez questão de voltar ao Mengão, onde se aposentou em 2019.

CLIQUE AQUI E RELEMBRE A CARREIRA DE JUAN

Nos tempos de Fla, Juan passa por um marcador do time argentino. Foto: Divulgação

 

Edmundo

O Animal surgiu no Vasco em 92, saiu, fez sucesso com outras camisas e voltou ao clube em outras três oportunidades até que, em 2008, com o clube vivendo profunda crise, retornou a São Januário para sua quinta e última passagem pelo clube. Foi no Vasco que Edmundo viveu seus últimos momentos como jogador profissional até se aposentar.

CLIQUE AQUI E RELEMBRE A CARREIRA DE EDMUNDO

Odvan faz a marcação em cima de Edmundo no treino do Vasco. Foto: VIPCOMM

 

 

Dunga

Capitão da seleção brasileira em duas Copas do Mundo e campeão mundial em 94 com a camisa verde e amarela, Dunga surgiu para o futebol no início dos anos 80 no Internacional. Do Beira-Rio, o volante passou por Corinthians, Santos, Vasco, foi para a Itália, Japão, até que em 1999, nos seus últimos momentos como jogador, voltou ao Inter para se aposentar. E antes de pendurar as chuteiras, coube a Dunga a missão de marcar um gol salvador que livrou o Colorado do rebaixamento no Brasileirão de 1999.

CLIQUE AQUI E RELEMBRE A CARREIRA DE DUNGA

Dunga, em 2013, durante entrevista coletiva no Internacional. Foto: UOL

 

 

Tevez

Carlitos Tevez sempre falou de todo seu amor pelo Boca Juniors, clube do seu coração desde a infância. Foi em La Bombonera que o atacante surgiu para o futebol antes de defender o Corinthians e de brilhar na Europa. Em 2016, depois de excelente passagem pela Juventus, Carlitos voltou ao Boca, onde ficou por cerca de um ano, antes de acertar com o futebol chinês. Em 2018, no entanto, o camisa 10 mais uma vez voltou a ser jogador xeneize e defendeu o Boca até o fim de 2021, quando se despediu da carreira de jogador.

CLIQUE AQUI E RELEMBRE A CARREIRA DE CARLITOS TEVEZ

Carlitos é saudado por seu ídolo Maradona, na apresentação do Apache no Boca Juniors, no dia 13 de julho de 2015. Foto: Reprodução/Facebook/BOCA

 

 

Verón

Juan Sebástian Verón não só começou a jogar futebol no Estudiantes, como teve seu pai como um dos grandes jogadores da história do clube argentino. La Brujita, como ficou conhecido, rodou a Europa, jogou na Itália e na Inglaterra, até que voltou ao clube onde surgiu para conquistar uma Libertadores (2009) e se aposentar anos mais tarde. 

CLIQUE AQUI E RELEMBRE A CARREIRA DE VERÓN

Foto Exclusiva: Chico Santo / Terceiro Tempo

 

Buffon

A história de Buffon como jogador ainda não se encerrou. Aos 44 anos, o goleiro italiano está no Parma, clube onde surgiu para o futebol antes de brilhar na Juventus e de passar pelo PSG. Buffon tem contrato com o Parma até 2024 e tudo indica que o histórico goleiro vai pendurar as luvas defendendo o clube que o projetou.

 Foto: Parma/Divulgação

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa