Ele residia nos Estados Unidos. Foto: Divulgação

Ele residia nos Estados Unidos. Foto: Divulgação

Há exatamente um ano morria o ex-lateral-esquerdo Rildo, que atuou pelo Santos e Botafogo, entre outros. Ele estava com 79 anos e residia em Los Angeles (EUA). A causa da morte não foi divulgada.

Pernambucano de Recife, Rildo da Costa Menezes começou sua carreira profisioanl lá mesmo em seu estado, pelo hoje folclórico Íbis, passando depois pelo Sport para chegar ao Rio de Janeiro em 1961 para defender as cores do Botafogo, onde permaneceu até 1966.

Sua passagem pelo Santos foi marcante conquistando os Paulistas de 1967, 1968 e 1969, além da Supercopa Sul-Americana, a Recopa Intercontinental e o Torneio Roberto Gomes Pedrosa em 1968.

Depois de atuar pelo Santos ainda jogou em dois clubes brasileiros (ABC-RN e CEUB-DF) antes de se estabelecer nos Estados Unidos, primeiro para jogar pelo New York Cosmos e depois por California Lazers, Cleveland Force, California Sun e Cleveland Cobras.

Esteve presente à Copa de 1966, disputada na Inglaterra, tendo disputado uma partida e marcado um gol, na derrota para Portugal por 3 a 1.

TREINADOR

Residindo nos Estados Unidos após encerrar sua carreira profissional nos gramados, Rildo foi treinador do California Emperors, Los Angeles Salsa e San Fernando Valley Golden Eagle.

Amistoso 1965 - Em 21 de novembro de 1965, a Seleção Brasileira empatou com a URSS por 2 a 2, no estádio do Maracanã no Rio de Janeiro. Gols de Gérson e Pelé e para os soviéticos, Metrevelli e Banichevski. Da esquerda para a direita: o massagista Mário Américo, Djalma Santos, Bellini, Manga, Orlando Peçanha, Dudu e Rildo, todos em pé. Agachados: Jairzinho, Gérson, Flávio Minuano, Pelé, Paraná e Pai Santana. Foto Enviada por Roberto Saponari.


Outra imagem do confronte entre a seleção carioca e a seleção paulista em 1965. Rildo e Djalma Santos se confraternizam e Pelé, atrás, observa


Rildo e Djalma Santos, capitães de cariocas e paulistas, respectivamente, cumprem o protocolo em 1965. E, incrível: Pelé, à esquerda, é coadjuvante na foto. Uma raridade... Ah, e atrás de Pelé, parcialmente encoberto, está Geraldo Blota, o saudoso GB


Equipe santista em excursão por Santa Catarina, em 1967. Em pé, da esquerda para a direita (atrás do homem de paletó) está Carlos Alberto Torres, seguido por Zito, Ramos Delgado, Joel Camargo, Gylmar, Élcio (goleiro reserva) e Rildo. Agachados: Wilson Tergal, Clodoaldo, Douglas, Coutinho e Edu. Contundidos, Pelé e Laércio, não estiveram presentes na excursão santista. Foto enviada por Emílio A. Duva


Em pé, da esquerda para a direita: Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Djalma Dias, Cláudio, Clodoaldo e Rildo. Agachados, da esquerda para a direita, Toninho, Negreiros, Edu, Pelé e Abel. Foto: Reprodução/Revista do Santos


Em pé, da esquerda para a direita: Cejas, Orlando Lelé, Ramos Delgado, Oberdan, Clodoaldo e Rildo. Agachados, da esquerda para a direita: Davi, Lima, Mazinho, Pelé e Edu. Foto: Reprodução/Revista do Santos


Santos, Super Campeão Paulista de 1967. Em pé, da esquerda para a direita: Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Joel, Clodoaldo, Cláudio e Rildo. Agachados: Wilson Tergal, Buglê, Toninho Guerreiro, Pelé e Edu. Foto enviada por Vanessa Ferreira, filha de Wilson


Foto enviada em 27 de novembro de 2012, pelo jornalista Eduardo Silva, da esquerda para a direita, Negreiros, Rildo e Clodoaldo.


Carlos Alberto Torres, Félix e Rildo, três peças fundamentais do esquema defensivo brasileiro. Foto: UOL


Da esquerda para a direita, Nestor Lodetti, Delfim Peixoto Filho, o ex-lateral do Botafogo e Seleção Brasileira Rildo e o embaixador Graça Lima, em mais uma vitória dos Manezinhos da Ilha, no giro pelos Estados Unidos. Foto enviada por Jaimão


Valdir e Rildo, em 1966, à frente das piscinas do hotel em que ficaram hospedados em Moscou. Foto: arquivo pessoal de Valdir Joaquim de Moraes


Atrás, da esquerda para a direita: Célio Taveira, Bellini, Pelé, Djalma Santos, Paraná, Ademir da Guia e Bruno Hermany (parcialmente encoberto). À frente: Vicente Feola, Mário Américo, José Almeida, Jairzinho, Rildo, Rinaldo, Dr. Hilton Gosling e Valdir Joaquim de Moraes. Agachado, o roupeiro Chicão Assis. Foto: arquivo pessoal de Valdir Joaquim de Moraes


Camisas compridas para os jogadores santistas em jogo noturno. Em pé, da esquerda para a direita: Carlos Alberto Torres, Cláudio, Ramos Delgado, Clodoaldo, Joel e Rildo. Agachados: Toninho Guerreiro, Lima, Douglas, Pelé e Edu. Foto enviada por Ligia Mauriz


Rildo suando a camisa nos treinos do time da Estrela Solitária


O Botafogo recusou várias propostas para vender o passe do ex-lateral-esquerdo. O River Plate da Argentina e o Corinthians foram os mais interessados na época


Veja que, em 20 de março de 1962, Benê estava na seleção de 41 jogadores que poderiam vestir a camisa brasileira no Mundial do Chile - Publicação no Jornal O Globo de 21/03/2012.


Para disputar amistosos na Europa, em 1965. Em pé, da esquerda para a direita: Djalma Santos, Bellini, Manga, Orlando Peçanha, Rildo e Dudu. Agachados: Jairzinho, Gérson, Bianchini, Pelé e Paraná. Foto enviada por Roberto Saponari


Equipe brasileira que começou o jogo amistoso contra a União Soviética em partida disputada no Estádio Luzhniki, em Moscou. Vitória do Brasil por 3 a 0, com dois gols de Pelé e um de Flávio Minuano. Em pé, da esquerda para a direita: Djalma Santos, Bellini, Manga, Orlando Peçanha, Dudu e Rildo. Agachados: Mário Américo, Jairzinho, Gérson, Flávio Minuano, Pelé e Paraná. Foto enviada por Roberto Saponari


Em pé, da esquerda para a direita: Carlos Alberto Torres, Roberto Dias, Joel Camargo, Rildo, Brito e Gylmar. Agachados, da esquerda para a direita: Julinho Botelho, Gérson, Pelé, Vavá e Rinaldo. Enviou: Roberto Saponari


Antes da partida diante da Argentina. Em pé, da esquerda para a direita: Djalma Santos, Manga, Bellini, Rildo, Dudú e Orlando. Agachados, da esquerda para a direita: Garrincha, Ademir da Guia, Flávio, Pelé e Rinaldo. Enviou: Roberto Saponari


Da esquerda para a direita, em pé: Joel, Manga, Nilton Santos, Zé Maria, Airton e Rildo. Agachados: Garrincha, Arlindo, Quarentinha, Amarildo e Zagallo. Foto enviada por José Alves


Da esquerda para a direita, em pé: Djalma Santos, Zequinha, Roberto Dias, Rildo, Eduardo e Gylmar dos Santos Neves. Agachados: Marcos, Gérson, Quarentinha, Amarildo e Zagallo. Foto enviada por Roberto Saponari


Da esquerda para a direita, na fila do fundo: Airton Pavilhão, Gylmar, Pelé, Amarildo, Laércio, Quarentinha e Rildo (aparece encoberto atrás de Zagallo). Na fila da frente, Zito (ao lado de Pelé), Zagallo, Altair, Calvet e Didi. Foto enviada por Walter Roberto Peres


Rildo, valente ex-lateral-esquerdo do Botafogo e da Seleção Brasileira. Foto reprodução da revista "A Gazeta Esportiva Ilustrada" enviada por Walter Roberto Peres


Em tempos de Seleçao... - Em pé: Paulo Henrique, Carlos Alberto, Valdir Joaquim de Moraes, Zito, Djalma Santos, Orlando, Djalma Dias, Gylmar, Denílson, Bellini, Dudu, Leônidas e Santana Agachados: Rildo, Mário Américo, Jairzinho, Paulo Borges, Gerson, Parada,Pelé, Ivair, Servílio, Flávio e Paraná. Fonte: Blog do Michel Laurence /iG


Em pé: Murilo, Valdir Joaquim de Moraes, Djalma Dias, Leônidas, Roberto Dias e Rildo; Agachados: Paulo Borges, Oldair, Célio, Parada e Ivair Fonte: Blog do Michel Laurence / iG


Em pé: Carlos Alberto, Valdir Joaquim de Moraes, Brito, Fontana, Dudu, Rildo e Mário Américo. Agachados: Paulo Borges, Silva, Lima, Parada e Paraná Fonte: Blog do Michel Laurence / iG


Antes de mais uma partida na Rua Javari. Em pé, da esquerda para a direita: Cláudio, Carlos Alberto Torres, Clodoaldo, Joel Camargo, Rildo e Orlando Peçanha. Agachados: Edu, Lima, Toninho Guerreiro, Pelé e Abel. A foto é do Clube do Ouvinte da Rádio Tupi-SP, e foi enviada ao jornalista Milton Neves por Marco Antonio, ex-repórter da saudosa Rádio Tupi, que você confere na seção "Que Fim Levou" cliclando aqui


Nos Estados Unidos, curtindo um churrasco com amigos. Rildo (de paletó azul) e César Maluco


Em pé: Moreira, Ramos Delgado, Cejas, Marçal e Rildo. Agachados: Pelé, Clodoaldo e Nenê. Sentados: Rogério, Ferreti e Edu. Foto enviada por Rogério Hetmanek (ex-ponta do Botafogo, Santos e Seleção Brasileira)


Em pé: Carlos Alberto Torres, Félix, Djalma Dias, Clodoaldo, Joel Camargo e Rildo. Agachados: Jairzinho, Gérson, Toninho Guerreiro, Pelé e Edu.


No meio da torcida do Fogão, Rildo festeja a vitória e o título alvinegro em cima do Flamengo.


Rildo comemora o resultado. Botafogo 2 a 1 contra o Flamengo.


Rildo comemorando o gol do Fogão na final do Campeonato Carioca 2010.


Uma faixa da torcida botafoguense lembra os grandes craque do passado alvinegro; Rildo é um deles.


Rildo assistindo o jogo entra Flamengo e Botafogo.


Em pé: Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Marçal, Clodoaldo, Cláudio e Rildo. Agachados: Douglas, Negreiros, Toninho, Pelé e Abel.


O jogo (Santos 3 x 2 Racing) foi válido pela Recopa Sul-Americana de 1968, mas foi realizado em novembro de 1968. O resultado deu o título ao Santos. Os gols do alvinegro praiano, que era dirigido por Antoninho Fernandes foram marcados por Toninho (dois) e Negreiros. Silva fez os dois gols dos argentinos. Em pé, da esquerda para a direita: Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Joel Camargo, Cláudio, Clodoaldo e Rildo. Agachados: Manuel Maria, Negreiros, Toninho Guerreiro, Douglas e Edu


A Seleção Brasileira jogou um amistoso em Portugal. A partida foi no Estádio das Antas, em 24 de junho de 1965 e o placar foi 0 a 0. Em pé: Djalma Santos, Bellini, Manga, Orlando, Dudu e Rildo.Agachados: Garrincha, Ademir da Guia, Bianchini, Pelé e Rinaldo. Foto enviada por Walter Roberto Peres e publicada na Revista Placar


Com camisas listradas, os jogadores brasileiros posaram para esta bela imagem. Em pé: Carlos Alberto Torres, Félix, Brito (de agasalho), Djalma Dias, Wilson Piazza e Rildo. Agachados: Jairzinho, Dirceu Lopes, Pelé, Gérson e Tostão. Foto enviada por Walter Roberto Peres, extraída do livro "Seleção Brasileira - 1914 - 2006, de Antonio Carlos Napoleão e Roberto Assaf


ABC de Natal-RN, em 1972. Em pé: Sabará, Édson, Tião, Nílson, Maranhão e Rildo. Agachados: Libânio, Alberí, Danilo Menezes, Petinha e Soares. Foto enviada por Walter Roberto Peres e publicada na "Revista Placar"


Rildo à esquerda em visita ao Brasil, com Carlos Alberto Torres. Ao centro, um amigo em comum. Foto enviada por Rildo


No aeroporto de Los Angeles, Rildo esteve presente à despedida de Romário pela Seleção Brasileira. Da esquerda para a direita: Dunga, Romário, Rildo e Branco. Foto enviada por Rildo


Em pé: Joel Mendes, Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Djalma Dias, Clodoaldo e Rildo. Agachados: Manuel Maria, Léo, Douglas, Pelé e Edu. Foto enviada por Walter Roberto Peres e publicada na "Revista Placar"


Em pé: Cejas, Lima, Ramos Delgado, Léo, Orlando e Edu. Agachados: Arlen, Clodoaldo, Picolé, Pelé e Rildo. Foto enviada por Walter Roberto Peres


Em Los Angeles, com Carlos Alberto Parreira. A foto é de 2005, na despedida de Romário pela Seleção Brasileira.


Rildo exibe orgulhoso a camisa botafoguense, autografada por Nilton Santos, a "Enciclopédia do Futebol".


Encontro emocionante com o maravilhoso Nilton Santos, em 2009.


O sorridente Rildo em imagem de 2009. O craque marcou história pelo Botafogo, Santos e Seleção. Que bom revê-lo querido Rildo. Obrigado por tudo que você fez pelo futebol! Foto enviada pelo próprio Rildo.


Apaixonado por carnaval


Rildo vive em Los Angeles. Foto de 2009, enviada por Rildo em 18/05/2009.


Em pé: Joel, Elton, Manga, Nilton Santos,Paulistinha e Rildo. Agachados. Roberto Miranda,Gérson, Arlindo, Jairzinho e Zagallo.


Esse time enfrentou o Vasco da Gama no Maracanã, num sábado à tarde, e foi goleado por 5 a 1. Em pé, da esquerda para a direita, vemos: Carlos Alberto, Cejas, Ramos Delgado, Djalma Dias, Clodoaldo e Rildo. Agachados: Davi, Lima, Nenê Belarmino, Pelé e Edu. A foto foi enviada pelo querido Walter Roberto Peres.


Em foto da revista Placar de 1970 enviada ao site por Walter Peres, vemos jogadores do Santos posando para foto. De costas, é possível identificar Rildo, Clodoaldo, Djalma Dias, Marçal, Carlos Alberto e Joel Mendes


O CEUB em 1973 durante a disputa do Campeonato Brasileiro. O primeiro em pé é o goleiro Rogério (ex-América RJ), o terceiro é Paulo Lumumba, o quarto é Oldair (ex-Atlético MG), o penúltimo é Rildo (ex-Santos) e ao seu lado o ex-goleiro do Vasco Valdir; agachados, o segundo é Cláudio Garcia, o terceiro Dario e o quarto Xisté. Fonte: Revista Manchete. Foto enviada ao site pelo internauta Walter Peres


Veja, da direita para a esquerda, Rildo, Antoninho e Júlio Mazzei.


Revista "Manchete" de 7 de maio de 1966. A foto foi tirada por Jader Neves, em Caxambu-MG, durante a preparação da Seleção para a Copa de 1966 na Inglaterra. Em pé: Carlos Alberto, Zito, Manga, Brito, Orlando e Rildo. Agachados: o massagista Mário Américo, Garrincha, Gérson, Servílio, Pelé, Paraná e o massagista Santana.


Santos em 1969 com um ataque inusitado: Lima, Edu, o saudoso Wilson Simonal, Pelé e Abel; Em pé estão Aguinaldo, Ramos Delgado, Djalma Dias, Clodoaldo, Rildo e Turcão.


O time acima perdeu para Portugal por 3 a 1, no estádio Goodison Park, na cidade de Liverpool, no dia 19 de julho de 1966, pela Copa da Inglaterra. O resultado desclassificou a Seleção Brasileira na primeira fase do Mundial. Foi a pior participação do selecionado "canarinho" em Copas do Mundo. Em pé: Orlando, Manga, Brito, Denílson, Rildo e Fidélis. Agachados: o massagista Mário Américo, Jairzinho, Lima, Silva, Pelé e Paraná


Em pé: Lima, Zito, Roberto Dias, Rildo, Eduardo e Gylmar. Agachados: o massagista Mário Américo, Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé, Pepe e um integrante da comissão técnica.


Vejam a Seleção Brasileira que disputou a Copa do Mundo de 1966 com autógrafos dos craques que fizeram água em campos da Inglaterra. Vemos Gylmar, Djalma Santos, Fidélis, Bellini, Brito, Altair, Orlando, Paulo Henrique, Rildo, Pelé, Gérson, Manga, Denílson, Lima, Zito, Garrincha, Jairzinho, Alcindo, Silva, Tostão, Paraná e Edu


A torcida de Campos do Jordão desenhou um colar de diamantes em homenagem à Seleção Brasileira que, meses depois, seria bicampeã do mundo, em 1962. A foto não é linda? E era só treino das seleções A e B, de Aimoré Moreira. Da esquerda para a direita, estão: De Sordi, Jair da Costa, Prado, Didi, Calvet, Altair, Zito, Pelé, Zagallo, Airton Pavilhão, Gylmar, Bellini, Laércio, Jair Marinho, Amarildo, Aldemar, Rildo, Zequinha, Pepe, Garrincha, Vavá e Mengálvio. A foto-relíquia é do livro "O Eterno Futebol", autobiografia do saudoso Mário Trigo, dentista da seleção nas vitoriosas campanhas da Suécia, Chile e México.


Em pé: Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Djalma Dias, Cláudio, Clodoaldo e Rildo. Agachados: Toninho Guerreiro, Negreiros, Edu, Pelé e Abel.


Antes de um jogo entre Botafogo e Santos, o lateral Rildo e Pelé são entrevistados pelo repórter Reali Júnior, ainda com o "microfone-tijolão" da Rádio Record. A foto foi enviada pelo historiador Walter Roberto Peres, de Santos (SP).


Aliás, era difícil esse esquadrão parar no Brasil diante do número de convites para jogar no exterior que surgiam a cada dia. Na fila de cima, da esquerda para a direita, vemos Orlando Duarte, Pelé, Rildo, Gilmar, Buglê, Mauro, Lima, Silva, Negreiros, Toninho e Joel Camargo; agachados estão Clodoaldo, Edu, Abel, Oberdan, Wilson Tergal, Douglas, Claudio e Macedo


Santos de todos os tempos: Carlos Alberto Torres, Gylmar, Mauro, Calvet, Zito e Rildo. Agachados: Dorval, Antoninho, Coutinho, Pelé e Pepe.


A foto acima é do dia 21 de dezembro de 1967, quando o Santos bateu o São Paulo por 2 a 1, no Pacaembu, e conquistou o Paulistão daquele ano. Em pé: Carlos Alberto, Ramos Delgado, Joel Camargo, Clodoaldo, Cláudio e Rildo. Agachados: Wilson, Buglê, Toninho, Pelé e Edu. Foto: Revista Manchete


Foto tirada em 06 de outubro de 1968 antes de jogo entre este Santos e o Corinthians Paulista pelo Robertão. O Morumbi estava tomado por 46 mil pessoas, que viram o Peixe vencer por 2 a 1. Em pé vemos Carlos Alberto, Ramos Delgado, Marçal, Cláudio, Clodoaldo e Rildo; agachados estão Douglas, Negreiros, Toninho, Pelé e Abel


O ano de 1962 foi mágico para o Botafogo. O clube recebeu do COI (Comitê Olímpico Internacional) o título de Campeão de terra, mar e ar por ter conquistado títulos em todas as modalidades esportivas, 120 no total. Além disso, cedeu cinco titulares para a Seleção Brasileira campeã da Copa do Mundo do Chile, Didi, Amarildo, Zagallo, Nilton Santos e Garrincha. A foto mostra o esquadrão alvinegro campeão do Torneio Rio-São Paulo daquela temporada com Joel, Manga, Zé Maria, Pampolini, Paulistinha e Rildo em pé; agachados vemos Garrincha, Didi, Quarentinha, Amarildo e Zagallo


O ano de 1962 foi mágico para o Botafogo. O clube recebeu do COI (Comitê Olímpico Internacional) o título de Campeão de terra, mar e ar por ter conquistado títulos em todas as modalidades esportivas, 120 no total. Além disso, cedeu cinco titulares para a Seleção Brasileira campeã da Copa do Mundo do Chile, Didi, Amarildo, Zagallo, Nilton Santos e Garrincha. A foto mostra o esquadrão alvinegro campeão do Torneio Rio-São Paulo daquela temporada com Joel, Manga, Zé Maria, Pampolini, Paulistinha e Rildo em pé; agachados vemos Garrincha, Didi, Quarentinha, Amarildo e Zagallo


Neste Santos de 69, quando ganhou seu segundo tricampeonato paulista de futebol, estão em pé: Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Marçal, Clodoaldo, Cláudio e Rildo. Agachados: Edu, Lima, Toninho, Pelé, Abel e Macedo


Equipe do Santos em 1969, no Maracanã, antes da histórica partida do milésimo gol de Pelé contra o Vasco. Em pé: Carlos Alberto Torres, Agnaldo, Ramos Delgado, Djalma Dias, Clodoaldo e Rildo. Agachados: Mané Maria, Lima, Edu, Pelé, Abel e o massagista Macedo


Treino do Brasil em 69. Na foto, Rivellino deixava crescer seu primeiro bigodão e Joel Camargo, o açucareiro, está atrás do braço esquerdo do Reizinho do Parque. Toninho Guerreiro, Paulo César Caju, Scala, Brito, Rildo e Pelé sorriem felizes da vida


Vejam o Santos no Morumbi no dia 13 de abril de 1969 em clássico contra o Corinthians. Naquela tarde, diante de 51 mil pagantes, o Timão venceu por 2 a 0 pelo Campeonato Paulista. Na foto estão Edu, Manuel Maria, Rildo, Lima, Toninho Guerreiro, Clodoaldo, Pelé, Ramos Delgado, Joel, Cláudio e Carlos Alberto Torres. Fica até difícil acreditar que esse timaço perdeu, mas naquele dia o Corinthians não vivia mais o tabu de 11 anos sem vitórias contra o Peixe e jogou bem menos pressionado


Seleção Carioca de 1965. Em pé: Rildo, Edson Borracha, Ismael, Ananias, Jerry e Carlos Roberto. Agachados: massagista Santana, Jorginho, Evaldo, Fefeu, Jairzinho Furacão e Rodrigues. O time carioca foi derrotado pela seleção paulista por 2 a 1, no Pacaembu. O árbitro daquele duelo foi Olten Aires de Abreu


Vejam a Seleção Brasileira em amistoso no Maracanã em 1965. Reprodução de foto publicada no saudoso jornal "A Gazeta Esportiva". Em pé estão Djalma Santos, Bellini, Manga, Orlando, Rildo e Dudu; agachados estão Garrincha, Ademir da Guia, Flávio, Pelé e Rinaldo


Seleção brasileira de 1965. Da direita para a esquerda: Bianchini, Manga, Roberto Dias, Paraná, Gérson, Rildo (de costas) e Bellini.


Em pé: Djalma Santos, Marcial, Roberto Dias, Eduardo, Carlinhos e Rildo. Agachados: Julinho Botelho, Gérson, Vavá, Bianchini e Pepe.


Seleção Brasileira, em 1965, na Suécia. Em pé: Orlando, Rildo e Dudu. Agachados: Bianchini, Pelé e Paraná.


Esta foto maravilhosa mostra os jogadores perfilados quando da primeira convocação para a Seleção Brasileira que iria disputar, dias depois, a Copa do Mundo do Chile de 1962. Na primeira fila de cima para baixo, o primeiro é Aimoré Moreira, o segundo é o dentista Mario Trigo, o terceiro é o médico Hilton Gosling, o quinto é o preparador físico Paulo Amaral e o sétimo é o supervisor Carlos Nascimento; na segunda fila vemos Gilmar, Calvet, Quarentinha, Mauro, Airton Pavilhão, Bellini e o massagista Santana; na terceira fila vemos Didi, Djalma Santos, Pepe, Jurandir, Mengálvio, Nilton Santos, Vavá, Castilho, Julinho e Altair; entre Didi e Djalma Santos, vemos o roupeiro Chicão; na primeira fila de baixo para cima vemos Mário Américo, Coutinho, Jair da Costa, Germano, Rildo, Amarildo, Jair Marinho, Zito, Zagallo, Pelé, Garrincha e Zequinha; atrás de Mário Américo, o grande goleiro Valdir Joaquim de Moraes


Imagem do amistoso em que o Brasil venceu a Suécia no dia 30 de junho de 1965 por 2 a 1, no estádio Rasunda, em Estocolmo. Naquela ocasião, Pelé e Gérson anotaram para o escrete canarinho. Na foto, vemos Pelé em primeiro plano (camisa 10). À esquerda de camisa escura notamos a chegada de Bianchini, então no Botafogo. Ao fundo, Rildo


Botafogo e Vasco em jogo do Campeonato Carioca. Disputam a bola Bianchini, pelo Vasco, e Zé Carlos pelo Fogão. Acompanham o lance Afonsinho, Rildo e o ex-árbitro Armando Marques


Reprodução de uma hipotética seleção pernambucana que faria qualquer torcedor se emocionar. Em pé Manga, Marinho Chagas, Ricardo Rocha, Zequinha I, Zequinha II e Rildo; agachados temos Almir, Ademir, Vavá, Givanildo e Rinaldo


Em pé: Joel Mendes, Leo Oliveira, Ramos Delgado, Djalma Dias, Turcão e Rildo. Agachados: Manoel Maria, Pitico, Picolé, Djalma Duarte e Abel.


 


 


Kinshasa, Zaire, em 1969: O Santos para uma guerra africana e posa ao lado dos jogadores locais. Os jogadores do Peixe, em pé, são: Orlando, Joel(encoberto), Lima, Zito, Cláudio (encoberto atrás de um africano que está atrás de Rildo) e Rildo. Agachados: Wilson Tergal, Clodoaldo, Toninho Guerreiro, Pelé e Abel


 


Em pé: Lima, Ramos Delgado, Joel, Cláudio,Clodoaldo e Rildo. Agachados: Edu, Negreiros, Douglas, Pelé e Abel.


 


 


 


Em pé: Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Marçal, Cláudio, Rildo e Clodoaldo. Agachados: Edu, Lima, Toninho Guerreiro, Pelé e Abel. A Macaca é Oliveira Andrade, hoje narrador da Rede Record de Televisão. E o Urso é Luis Ceará, atualmente comentarista da TV Século XXI de Campinas. À época, os dois faziam bico para ajudar o Bugre a construir o Brinco de Ouro da Princesa.


 


Veja a Seleção Paulista em formação no Parque Antártica. Em pé: Leão, Ramos Delgado, Carlos Alberto Torres, Roberto Dias, Dudu e Rildo. Agachados: o saudoso Mário Américo, Suingue, Ademir da Guia, Ivair (o Príncipe), Pelé, Edu e mordomo Romeu.


 


 


Nos Estados Unidos, durante entrevista à Globo/SporTV. Foto: Reprodução


Dois momentos de Rildo


O Botafogo em 1962 no Maracanã. Em pé, da esquerda para a direita: Paulistinha, Manga, Jadir, Nilton Santos, Airton e Rildo. Agachados: Garrincha, Edson, Quarentinha, Amarildo e Zagallo


Preparação para a Copa de 1966. Em pé: Brito, Orlando e Rildo. Agachados: Servílio, Pelé e Paraná


Ceub em 1974. Em pé: Lauro, Valdir Appel, Cláudio Oliveira, Alencar, Pradera e Rildo. Agachados: O terceiro é Marco Antonio, o quarto é Xisté e o quinto é Dario.


 


Ceub em 1974. Em pé: Pradera, Claudio Oliveira, Jorge Luis, Emerson, Rildo, Valdir Appel, Claudio Garcia (treinador) e não identificado. Agachados: Marreta (massagista), Cardoso, Gilberto, Carlos Alberto, Péricles e Dario.


Fortíssimo time santista da década de 60. Em pé, da esquerda para a direita: Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Djalma Dias, Cláudio, Clodoaldo e Rildo. Agachados: Toninho Guerreiro, Negreiros, Edu, Pelé e Abel. Foto: Revista do Esporte (retirada do Blog Tardes de Pacaembu)


Rildo e Modesto Roma Jr., em setembro de 2017. Foto: arquivo pessoal de Rildo


Antes da partida entre o Brasil e a seleção sergipana, em 9 de julho de 1969, dia da inauguração do Estádio Estadual Lourival Baptista, em Aracaju-SE. Em pé, da esquerda para a direita: Carlos Alberto Torres, Félix, Djalma Dias, Clodoaldo, Joel e Rildo. Agachados: Jairzinho, Gérson, Toninho Guerreiro, Pelé e Edu. Foto enviada pelo internauta Amós Silva Menezes


Os jogadores da seleção brasileira antes do amistoso contra a Alemanha Ocidental, em Hamburgo, no dia 5 de maio de 1963. O Brasil venceu o duelo por 2 a 1, com gols de Coutinho (aos 59 minutos) e de Pelé (aos 72 minutos). Quem abriu o placar foi o defensor alemão Jürgen Werner (aos 32 minutos). Em pé, da esquerda para a direita: Lima, Zito, Roberto Dias, Rildo, Eduardo e Gylmar. Agachados: o massagista Mário Américo, Dorval, Mengálvio, Coutinho, Pelé, Pepe e o roupeiro Luisão. A foto nos foi enviada por Eduardo Galdão de Albuquerque, filho do zagueiro Eduardo


Treino na Vila Belmiro no início dos anos 70. Da esquerda para a direita: Léo Oliveira, Rildo e Picolé. Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos Futebol Clube)


Da esquerda para a direita: Guarrincha, Ademir da Guia, Flávio, Pelé e Rildo, com a camisa da Seleção Brasileira. Foto: reprodução


Botafogo com as faixas de Campeão Carioca de 1961. Da esquerda para a direita, em pé: Rildo, Manga, Zé Maria, Nilton Santos, Airton, Chicão, Paulistinha, Didi e Pampolini. Agachados: Garrincha, China, Amarildo, Edson, Zagallo, Amoroso e o massagista. Foto enviada por José Eustáquio


Treino físico da Seleção Brasileira. Da esquerda para a direita, à frente: Bellini, Castilho e Gylmar dos Santos Neves. Atrás: Joel (ex-Botafogo), Vavá, Aldemar, Jurandir, Pepe, Mengálvio, Djalma Dias, Zózimo, Rildo, Nilton Santos, Calvet, Quarentinha, Laércio e Zito. Foto enviada por José Eustáquio


Seleção Brasileira na preparação para a Copa de 1962, em Nova Friburgo. Da esquerda para a direita, em pé: Garrincha, Nilton Santos, De Sordi, Jurandir, Aldemar, Zagallo, Benê e Paulo Amaral. Agachados: Valdir, Jair Marinho, Zequinha, Rildo, Amarildo, Germano e Gylmar dos Santos Neves. Foto enviada por José Eustáquio


A seleção brasileira na noite de 7 de abril de 1969, segundo jogo realizado no Beira-Rio, primeiro noturno do estádio colorado, inaugurando o sistema de refletores da nova casa escarlate, que subsittuiu o Estádio dos Eucaliptos. A equipe que derrotou o Peru por 2 a 1, em pé, da esquerda para a direita: Carlos Alberto Torres, Félix, Brito, Djalma Dias, Wilson Piazza e Rildo. Agachados: o massagista Mário Américo, Jairzinho, Dirceu Lopes, Pelé, Gérson, Tostão e o massagista Nocaute Jack. Foto: Sport Club Internacional


Seleção Brasileira, no dia 31 de agosto de 1969. Partida contra o Paraguai, válida pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 1970, vencida pelo Brasil por 1 a 0. Da esquerda para a direita, em pé: Carlos Alberto Torres, Félix, Djalma Dias, Joel Camargo, Piazza e Rildo. Agachados: Mário Américo, Jairzinho, Gérson, Tostão, Pelé, Edu e Nocaute Jack. Foto enviada por Moisés Bueno


Seleção Brasileira, no estádio do Maracanã em 1965. Da esquerda para a direita, em pé: Djalma Santos, Bellini, Manga, Orlando, Rildo e Dudu. Agachados: Mário Américo, Garrincha, Ademir da Guia, Flávio Minuano, Pelé, Rinaldo e Pai Santana


Da esquerda para a direita, Abel, Douglas, Djalma Dias, Rildo e Edu


 


 


Jogadores do Santos posicionados de forma diferente para foto. Em pé: Moreira, Ramos Delgado, Cejas, Marçal e Rildo. No meio: Pelé, Clodoaldo e Nenê Belarmino. À frente: Rogério, Ferretti e Edu. Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos F.C)


Pela seleção brasileira em 04 de julho de 1965, tentando passar pelo marcador da seleção da então União Soviética no amistoso disputado no Maracanã. O resultado foi 2 a 2. Gérson e Pelé marcaram os gols brasileiros. Banishevski e Slava Metreveli fizeram para os soviéticos. Foto: Foto: ASSOPHIS (Associação dos Pesquisadores e Historiadores do Santos F.C)


Time do Santos, em pé: Carlos Alberto Torres, Ramos Delgado, Marçal, Clodoaldo, Cláudio e Rildo. Agachados: Edu, Lima, Toninho Guerreiro, Pelé, Abel e o massagista Macedo. Foto enviado por Emerson Marçal.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa