O Peixe jogou com camisas listradas e calções pretos. Foto: Reprodução

O Peixe jogou com camisas listradas e calções pretos. Foto: Reprodução

Para muitos esta foi a melhor  apresentação do Santos Futebol Clube em todos os tempos.

Disputando o Torneio Hexagonal do Chile em Santiago, no Estádio nacional, a equipe comandada pelo técnico Lula derrotou a Seleção da Tchecoslováquia em 16 de janeiro de 1965 por 6 a 4, com três gols de Pelé, dois de Coutinho e um de Dorval. 

Masny marcou dois gols para os tchecos e Mraz e Valseck fizeram os outros dois.

Com o time tcheco de camisas e calções brancos, o Santos atuou de camisas listradas e calções pretos.

A equipe santista jogou com Gylmar; Ismael, Modesto e Geraldino; Haroldo e Zito (Mengálvio); Dorval, Lima, Coutinho (Peixinho), Pelé e Pepe (Toninho). 

A imprensa chilena, encantada com a atuação da equipe da Vila Belmiro, apontou aquele como "O Jogo do Século". O jornal `Terceira Hora´, do Chile, cravou a seguinte manchete no dia seguinte à partida: `Pelé és de otro mundo´. 

O site `Memória Santista" reproduziu o texto do jornal chileno, por meio dos jornalistas e pesquisadores André Mendes e Guilherme Guarche, que segue abaixo:

“Já se passaram dois dias e os torcedores ainda comentam, entusiasmados, o encontro de sábado último, no Estádio Nacional, perante cerca de 80 mil espectadores, entre o Santos e a Seleção da Checoslováquia, vice-campeã mundial. Foi uma partida de alto valor internacional a disputada entre o Campeão e o Vice-Campeão mundiais de futebol. Mas isso não é tudo, o que mais se destacou do cotejo, foi o cavalheirismo, o jogo limpo, junto à hierarquia do futebol que se exibiu, à elegância, a inteligência, enfim, demonstradas. Por tudo que fizeram em campo as equipes do Santos, de São Paulo e da Seleção da Checoslováquia, esses 80 mil espectadores se puseram de pé, acenderam fogueiras com jornais e revistas e tributaram a ambos os quadros uma estrondosa ovação que demorou longos minutos, enquanto todos os rapazes brasileiros e checos se emocionaram até as lágrimas. Todos os jornais e revistas dizem que foi uma “partida inesquecível”, porque fazia muito tempo que não se presenciava um prélio tão extraordinário e tão belo. Sobre isso, não há opiniões contrárias e brasileiros e checos se transformaram em “regalo” da torcida que acompanha este torneio Hexagonal, destacando-se o carinho arrebatador da mesma para com o “Rei” Pelé e para o astro checo Masopust”.

Coutinho na disputa contra o goleiro tcheco. O centroavante santista marcou dois gols na partida. Foto: Reprodução

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa