O atacante também relembrou a sua passagem pela Ucrânia. Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

O atacante também relembrou a sua passagem pela Ucrânia. Foto: Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Dudu, atacante do Palmeiras, participou do programa “Bola da Vez”, da Espn, dessa semana. Dentre os assuntos abordados, o ídolo alviverde falou sobre o racismo, que voltou com força à pauta nas últimas semana após as mortes dos negros George Floyd, nos Estados Unidos, e João Pedro, no Rio de Janeiro.

"Eu acho que é um assunto muito triste que a gente vive. A gente não pode ter um mundo racista. As pessoas têm que ser tratadas iguais. Então, a gente sempre tem que estar apoiando essa causa. Acho que a gente não tem que se meter em política, mas, em racismo, a gente tem que se impor. Não pode acontecer isso no mundo ainda. É muito feio a gente ser tratado diferente pela cor da pele. A gente tem que ter o tratamento igual, não importa se é negro ou branco", desabafou Dudu.

O atacante também relembrou a sua passagem pela Ucrânia, onde jogadores estrangeiros sofrem constantes ataques racistas.

"Eu nunca fui desrespeitado lá, mas os ucranianos são muito racistas. Os ucranianos tratavam os nigerianos de forma muito diferente. Eles não entravam na mesma hora que os nigerianos. Sempre que tinha que sair de algum lugar, os nigerianos tinham que sair primeiro. Eu sentia que eles eram bem racistas", completou Dudu.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa