Fogão foi campeão da Série B e comprado por um milionário. Foto: Vitor Silva/Botafogo

Fogão foi campeão da Série B e comprado por um milionário. Foto: Vitor Silva/Botafogo

A temporada 2021 acabou e entre as quatro grandes torcidas, nenhuma terminou o ano tão feliz quanto a do Botafogo.

Depois de ser rebaixado em 2020 e jogar a Série B com muitos problemas financeiros e poucas perspectivas positivas, o Fogão não só conseguiu o acesso, como foi campeão da segunda divisão, se “reencontrou” com seu torcedor e, nos últimos dias do ano, acertou com um investidor que se tornará sócio majoritário da SAF botafoguense, injetando dinheiro num projeto de reestruturação.

Quando falamos do futebol carioca, falamos de um abismo entre o Flamengo e seus rivais. Pela diferença financeira e até de estrutura, o Rubro-Negro se distanciou de Fluminense, Vasco e Botafogo. É natural, então, que a grande expectativa esteja sobre o Fla.

Mas em 2021 a festa foi botafoguense, afinal, além do sucesso em seus objetivos no ano e de terminar sendo comprado por um milionário, o alvinegros viram o rival rubro-negro encerrar a temporada sem um título relevante, perdendo a final da Libertadores para o Palmeiras e sem nem ter um técnico definido para o futuro.

O torcedor do fluminense até tem motivos para se orgulhar, o time fez um Brasileirão digno e se garantiu na pré-Libertadores, mas não houve uma festa grandiosa dos tricolores. Enquanto isso, os vascaínos amarguraram a Série B e sequer estiveram perto de subir.

No final das contas, o botafoguense termina o ano sorrindo, sonhando e acreditando que pode voltar a ver seu time do coração se agigantando. Um dos clubes mais tradicionais e com mais belas histórias do país voltou a sonhar e isso não tem preço.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa