Peres afirmou que o Mengão paga salários de nível europeu. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Peres afirmou que o Mengão paga salários de nível europeu. Foto: Ivan Storti/Santos FC

O presidente do Santos não esconde sua insatisfação com a postura do Atlético-MG na negociação pelo atacante Yeferson Soteldo. Em evento na Federação Paulista de Futebol nesta quinta-feira (20), José Carlos Peres detonou a direção do Galo que, segundo o dirigente, tentou tirar o Venezuela “a força” do Peixe.

“Ninguém tira jogador na mão grande. Não adianta. Futebol não funciona mais assim. Clubes precisam conversar, entender. Tentaram tirar na força. Não recebi contato desse time em momento algum, exceto uma consulta uma vez. Falei que era impossível. É uma questão desagradável e mostra a desunião dos clubes. É preciso não permitir esse tipo de coisa. Causou dano grande. Mexemos no contrato, ele está satisfeito, nunca pensou em sair. Esperamos tê-lo o maior tempo possível”, detonou Peres.

“Vamos reclamar na CBF, causou dano desnecessário. Era só conversar com a gente. Isso demonstra a falta da união dos clubes em uma associação. É inaceitável, eu nunca fiz isso com clube nenhum. Às vezes o presidente do Corinthians recebe um jogador oferecido e me liga na hora. Tem dignidade e respeito, e é o que eu faço. Se me oferecerem jogador do Palmeiras, ligo para o presidente do Palmeiras. Houve uma pressão grande, inclusive do sócio do jogador, Huachipato, e se deram mal. Não vamos abrir mão do que é nosso. Se temos pendências, vamos pagar. Sentamos, conversamos, mas não dessa maneira, com pressão desumana. Me deixou indignado. Diretoria lamenta o fato de um time não respeitar o outro”, completou o presidente alvinegro.

O cartola ainda comentou a disparidade econômica entre o Flamengo e os demais clubes brasileiros. Peres destacou que o Rubro-Negro Carioca paga salários do nível do futebol europeu e afirmou que isso causa desequilíbrio no campeonato nacional.

“É um desequilíbrio total. É a política deles, devem saber onde estão pisando. É um reino das vaidades, três numa posição do mesmo nível. Imagina gerenciar os três? Futebol é alto rendimento e disputa por posição”, afirmou.

“No caso do Santos, não faremos loucuras, pagar salários assim, de um milhão, um milhão e meio. Acho um alto risco, no Flamengo ou qualquer time. Pagar salário de Europa? Aqui no Brasil é difícil, estamos nos aproximando, mas estão pagando salário acima da Europa, de times como Real Madrid, Barcelona, Juventus…”, completou Peres.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa