Atacante tricolor afirmou que Dani lhe passou confiança e tranquilidade para voltar a marcar. Foto: Rubens Chiri/sãopualofc.net

Atacante tricolor afirmou que Dani lhe passou confiança e tranquilidade para voltar a marcar. Foto: Rubens Chiri/sãopualofc.net

Muito cobrado pela falta de gols no inicio de 2020, o atacante Pablo sabe do tamanho de sua responsabilidade ao vestir a camisa 9 do Tricolor do Morumbi.  Em entrevista à TV oficial do São Paulo, o atacante comentou o período em que ficou sem marcar e revelou conselhos de Daniel Alves antes de voltar a marcar.

Pablo abriu a temporada marcando gol na vitória são-paulina diante do Água Santa. A expectativa era de marcar muitas vezes no inicio do ano, mas os gols não apareceram. O camisa 9 voltou a marcar apenas no clássico contra o Santos no último dia 14 de março. Com apenas três gols marcados em 2020, o centroavante mostrou que sabe o tamanho de sua responsabilidade e mostrou que se cobra muito.

“O ano começou muito bem pra mim, fiquei muito feliz. Aquele jogo era o primeiro e a gente tinha uma missão de começar muito bem o campeonato”, disse Pablo.

“Passou um tempo, fiquei sem fazer gol, logico que quando você é um 9, um atacante, sabe o peso que é. Óbvio que você quer fazer gol. Naquele período que não fiz gol, se não me engano, dei três assistências. Mas sentia que faltava alguma coisa, tinha que fazer gol, tinha que voltar a marcar. E foi num jogo muito especial, um clássico. O peso de você fazer gol sendo o camisa 9 do são Paulo é muito grande. Mas a gente tem que saber que a coisa acontece naturalmente”, completou o centroavante que agradeceu a confiança que recebeu dentro do clube.

“Agradeço meus companheiros, ao Fernando, a diretoria que vinha conversa, dava confiança, falava que eu estava jogando muito bem”, afirmou o camisa 9.

Pablo ainda lembrou um episódio ocorrido na vitória são-paulina diante da LDU, válida pela Libertadores, para ilustrar a confiança passada por seus companheiros e revelou conselhos de Daniel Alves no vestiário do Morumbi.

"Eu lembro do jogo contra a LDU, que entro e tenho uma oportunidade, o zagueiro tira no último momento da finalização, e a gente vencia o jogo por 3 a 0. Todo mundo feliz no vestiário, eu meio cabisbaixo", relembrou.

"O Dani chega e diz: ´Calma, o gol vai voltar a acontecer, é só você ter paciência, haja natural, esteja feliz, seja você, esse cara alegre, que é feliz com todo mundo, que dá risada e levanta a autoestima. Ele falou isso e foi algo que vim para casa pensando: ´o Dani se importar, falar, mostra que o grupo  sempre é o mais importante´”, relembrou o atacante que voltou a balançar as redes jogo seguinte.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa