Na fase pós-quarentena, a sorte parece que está mais simpática ao Corinthians

Na fase pós-quarentena, a sorte parece que está mais simpática ao Corinthians

Já foi dito AQUI, dia 26 passado, que deixaram o Corinthians chegar e que pode estar pintando um “cheirinho”.
 
O Corinthians pós-quarentena é um time completamente diferente.
 
O que mudou?
 
Basicamente, o que mudou foi a sorte. O Timão deu sorte de ganhar do Palmeiras; deu sorte ao ver o Guarani facilitar o seu caminho; e teve também uma boa dose de sorte na primeira batalha da segunda fase, ao fazer um gol aos 35 segundos.
 
O Bragantino Red Bull, por sua vez, passou o começo da semana ouvindo os comentaristas dizerem que ele era favorito porque fez a melhor campanha da primeira fase, mas esqueceu de dois detalhes importantes:
 
1 - O peso da camisa;
 
2 - O Corinthians é o atual tricampeão paulista.
 
O segundo tempo do Corinthians hoje foi a melhor exibição neste retorno do futebol.
 
Agora vai pegar o Mirassol, que, teoricamente, é o caminho mais fácil pra chegar na final; enquanto o Palmeiras (também teoricamente outro favorito nas semifinais) se defronta com a Ponte, que despachou o Santos.
 
Restou provado à distinta plateia que nunca será uma boa ideia menosprezar uma camisa pesada como a do Corinthians.
 
LEIA TAMBÉM NO BLOG DO MARCONDES 
 
As manchetes dos jornais desta 6ª feira 
 
Rogério Ceni mantém recorde de atuações por um time brasileiro na Libertadores 
 
CONTROLE REMOTO > O que você pode ver hoje na TV
 
Em Nota, Torcida Independente do SP detona todo mundo: “Bando de vermes!”
 
Marcelinho perde patrocínio por causa de Bolsonaro e é detonado por Casagrande 

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Ath
    6
  • 2 Atl
    6
  • 3 Grê
    4
  • 4 Atl
    3
  • 5 Spo
    3
  • Veja tabela completa