Sylvinho, técnico do Corinthians. Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Sylvinho, técnico do Corinthians. Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

O ano de 2017 foi mágico para o Corinthians. Um time desacreditado, considerado por todos como a quarta força paulista no início da temporada e que, de uma maneira ainda difícil de se explicar - o time não era tão bom assim -, venceu o Paulista e o Brasileiro até que com certa facilidade. Pode ser até que um resquício de equipe vencedora, que reinou no Parque São Jorge entre 2009 e 2015, tenha impulsionado o modesto grupo às conquistas daquela temporada. 

Mas, de 2018 para frente, apesar dos títulos paulistas, um contra o Palmeiras - inesquecível - e outro contra o São Paulo, o Alvinegro tem sido mero coadjuvante no cenário futebolístico nacional. E de forma justa, já que a dívida corintiana só aumentou e o dinheiro que sobrou foi muito mal investido no futebol. 

Só que agora, em 2022, a desculpa acabou! O Corinthians, ao lado do Flamengo maior marca do futebol brasileiro, não pode viver à sombra de seus rivais. E o time, no momento, com as chegadas de quatro grandes reforços, se tornou um dos mais fortes do país. E precisa provar isso dentro de campo. 

Seria difícil provar isso ainda em 2021, claro, já que é impossível “trocar os pneus com o carro em movimento”. Mas para a temporada que vem, com a preparação adequada para o calendário, a ambição tem que voltar a reinar pelos lados de Itaquera. Não dá mais para se contentar com o simples fato de não ser rebaixado. 

E, por mais que tenha boa vontade com ele, está cada dia mais claro para mim que com Sylvinho isso não acontecerá. Ele pode um dia vir a ser um grande técnico. Mas, definitivamente, ele não tem o tamanho para dar conta das novas ambições alvinegras. 

“E se ele sair, quem vai dar conta do recado”, você vai me perguntar. No cenário nacional realmente não vejo muitas novidades. Portanto, acho que chegou a hora de o Corinthians também se arriscar com um técnico estrangeiro. Que tal Vojvoda? Sebastián Beccacece? Crespo? 

É preciso fugir da mesmice para alçar voos mais altos. O futebol já não é tão simples quanto foi anos ou décadas atrás. É preciso ter coragem e ousadia para colher bons frutos. E o que temos visto nos últimos anos dentro e fora de campo é um Corinthians covarde e que repete o mais do mesmo. Essa “era" precisa acabar. E para ontem!

 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa