O choque da Williams FW16 contra o muro da Tamburello, em Ímola. Foto: Reprodução

O choque da Williams FW16 contra o muro da Tamburello, em Ímola. Foto: Reprodução

A imagem da câmera que estava instalada na Williams FW16 de Ayrton Senna no funesto 1º de maio de 1994 não mostrou o exato instante do choque do brasileiro contra o muro da Curva Tamburello, na sétima volta do GP de San Marino de 1994.

De acordo com as informações divulgadas à época, quem estava na ilha de edição, selecionando as câmeras, mudou naquele derradeiro segundo, e o impacto, segundo revelaram, não foi gravado.

Assim, o que se viu há exatos 28 anos, foi a imagem do pós-impacto, com o carro de Senna já bastante destruído, com o piloto inconsciente no cockpit.

Porém, um vídeo gravado por um espectador no Autódromo Enzo e Dino Ferrari, que em 1994 não foi divulgado, começou a circular na internet há alguns anos, que pode ser visto no link que apresentamos a seguir.

O vídeo não está disponível para ser exibido de forma direta, mas pode ser acessado por meio do YouTube. CLIQUE AQUI E VEJA.

Ayrton Senna, então aos 34 anos, foi removido de helicóptero para o Hospital Maggiori, na cidade italiana de Bolonha. Algumas horas depois foi declarado morto, em comunicado feito pela Dra. Maria Teresa Fiandri.

O piloto brasileiro teve severas lesões na cabeça, pois uma barra da suspensão de seu carro atravessou a viseira de seu capacete, provocando uma grande hemorragia. Senna também sofreu lesão na base do crânio, com múltiplas fraturas, o que foi constatado na autópsia.

As investigações acerca do acidente apontaram como possível causa a quebra da coluna de direção, que havia sido soldada alguns dias antes, para melhor dirigibilidade do piloto, que pessoalmente havia feito o pedido da alteração, um aumento de 18 milímetros. 

Ainda assim, há outros que suspeitam de uma baixa pressão dos pneus traseiros, como já sugeriu o britânico Damon Hill, então companheiro de Senna na Williams. Os pneus estavam frios por conta da entrada do safety-car, um modelo muito mais lento do que os utilizados atualmente. Somando-se a isso, havia muita ondulação na aproximação da Tamburello.

Por parte da Williams, os sócios Frank Williams e Patrick Head (ambos britânicos) foram inidicados, mas o processo acabou prescrevendo e ninguém foi condenado. 

O FW16 foi um projeto do britânico Adrian Newey, hoje responsável por desenhar os carros da Red Bull, engenheiro considerado copmo um dos mais gabaritados do meio.


  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa