Britânico ganhou réplica do capacete do brasileiro. Foto: Divulgação

Britânico ganhou réplica do capacete do brasileiro. Foto: Divulgação

Há exatos quatro anos, em 11 de junho de 2017, no Circuito Gilles Villeneuve, em Montreal, Lewis Hamilton vencia o GP do Canadá no fim de semana em que igualou a marca de Ayrton Senna em poles na Fórmula 1, conquistando pela 65ª vez a posição de honra em um GP, no caso, o do Canadá.

O britânico da Mercedes, que hoje ocupa a vice-liderança do Mundial, quatro pontos atrás de Max Verstappen, depois daquela fez outras 35 e chegou a 100, também superando com folga Michael Schumacher, que fez 68 poles em sua carreira.

A próxima oportunidade de conquistar mais uma pole na F1 acontece no 20 de junho, no GP da França, que acontece no circuito de Paul Ricard.

Para ficar com a pole no GP do Canadá de 2017, Hamilton cravou no Q3 a marca de 1min11s459, impondo uma margem considerável para o segundo colocado, o alemão Sebastian Vettel, que largou ao seu lado na primeira fila.

HOMENAGEM

Fã declarado do tricampeão Ayrton Senna (1960-1994), Hamilton ganhou da família de Ayrton uma réplica de um capacete que o brasileiro uitlizou na temporada de 1987.

NA CORRIDA...

Partindo da pole, Hamilton manteve-se assim tão logo foi dada a largada e não foi ameaçado na liderança em nenhum momento para vencer seu 56º GP na F1, comandando a dobradinha da Mercedes, com Valtteri Bottas em segundo lugar. Daniel Ricciardo, então na Red Bull, completou o pódio, em terceiro.

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE LEWIS HAMILTON NA SEÇÃO "QUE FIM LEVOU?"

     

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa