Falcão doou uma camisa de treino que utilizou na Copa de 1986, no México. Foto: Divulgação

Falcão doou uma camisa de treino que utilizou na Copa de 1986, no México. Foto: Divulgação

A campanha `Olé no Corona´, lançada neste mês, promove todas as quartas-feiras um novo leilão beneficente, o próximo deles exatamente nesta quarta-feira (19), reunindo itens pertencentes a ex-jogadores (ou seus familiares) cujos valores arrecadados serão repassados à instituições parceiras e pessoas de baixa renda que foram mais impactadas em razão da pandemia do novo coronavírus.

Estão reunidos itens dos cinco capitães da seleção brasileira nas conquistas das Copas, pela ordem: Bellini (1930 - 2014), Mauro Ramos de Oliveira (1930 - 2002),  Carlos Alberto Torres (1944 - 2016), Dunga e Cafu, e de outros marcantes no futebol e esporte de maneira geral, como Pelé, Pepe, Zico, Neymar, Ronaldinho Gaúcho, Mauro Silva, Raí, Juninho Paulista, Rogério Ceni, Formiga, Falcão, Clodoaldo, Edmilson, Sissi, Zé Elias, Alex, Figueroa, Edu Coimbra, Dorval, Mengálvio, Edu, Lima, Zito, Roseli, Arnaldo César Coelho, Renato Marsiglia, René Simões e Zetti. Clique aqui e acesse o site olenocorona.com.

Ricardo Setyon, jornalista e professor de mestrado em Gestão do Esporte, idealizador do projeto, ficou sensibilizado em fevereiro deste ano, observando a mobilização de vários jogadores em prol de pessoas mais necessidades com o avanço da pandemia.

“Quando comecei a ver que o mundo, já em fevereiro, começava uma movimentação com muitos jogadores para ajudar os mais necessitados durante a pandemia, aquilo mexeu comigo! Chamei o Cafu e sugeri fazermos algo no Brasil. Ele aceitou na. E depois do Cafu, foi uma avalanche: Dunga, Zico, Pelé e tantos outros. Entidades, jogadores, treinadores, sem distinção alguma, juntos por uma causa. Agora, com a união dos cinco capitães campeões do mundo pela primeira vez, e tanta gente boa no futebol, o objetivo é um só: estabelecer a primeira plataforma que usa o futebol para ajudar mais gente por mais tempo. A dinâmica do nome nos possibilita seguir ajudando mais pessoas e o #olenocorona se transforma, quando necessário, em #olenafome, "olenaviolencia, etc.”, afirma o idealizador do projeto, pondera Ricardo Setyon, que trabalhou como coordenador de comunicação da FIFA nas Copas do Mundo de 1998, 2002, 2006 e 2010.

O ex-lateral Cafu, capitão da seleção na Copa de 2002, e integrante do time canarinho nos mundiais de 1994 e 1998, falou sobre o orgulho em participara da campanha.

“Ser o representante dessa campanha que reúne, pela primeira vez, os cinco capitães campeões do mundo e outros grandes ídolos do esporte é motivo de muito orgulho. Todos doaram itens para um leilão online e vamos conseguir ajudar muita gente, esse é o nosso maior objetivo. O `Olé no Corona´ conta com a participação de pessoas com alta representatividade mundial, itens históricos, o envolvimento e apoio de grandes marcas e, acima de tudo, com muita transparência. Espero que outros colegas entrem para o nosso time para que possamos ajudar quem realmente precisa”, pontuou Cafu.

APOIO DA FPF (FEDERAÇÃO PAULISTA DE FUTEBOL) E DA KAPPA (EMPRESA ITALIANA DO SETOR DE ROUPAS E ACESSÓRIOS ESPORTIVOS)

A Federação Paulista de Futebol, através do presidente Reinaldo Carneiro Bastos, e do vice-presidente de Integração com Atletas, Mauro Silva, apoia oficialmente a campanha. A Associação dos Campeões Mundiais de Futebol do Brasil, representada pelo presidente Marcelo Izar Neves, filho do ex-goleiro Gilmar dos Santos Neves, bicampeão com a seleção brasileira das Copas do Mundo de 1958 e 1962 e ídolo do Santos, também apoia o projeto.

A Kappa, marca italiana especializada na fabricação de roupas e acessórios esportivos, é a patrocinadora oficial da campanha. A empresa doou camisetas e artigos esportivos para o leilão e dez mil máscaras higiênicas para serem doadas à população mais vulnerável da cidade de São Paulo.

“Ha muito tempo buscávamos uma campanha que trouxesse nossa marca para o campo da responsabilidade social. Identificamos isso no primeiro contato com o pessoal do #olénocorona: a Kappa não só aceitou participar, mas fizemos isso de maneira ativa! O que vemos é a coragem, a persistência e acima de tudo: a grande vontade dos idealizadores da campanha em transformarem o “#olénocorona em algo que seguirá por muitos anos ajudando pessoas através do futebol. A Kappa doará itens especiais, mascaras para proteção contra o COVID-19, e todo o apoio que a campanha necessitar. Somos uma marca moderna e antenada na realidade: não poderíamos ficar de fora desse ato tão nobre. E a Kappa agradece cada um dos atletas e entidades que apoiam o #olénocorona”, diz Pedro Grzywacz, CEO da SPR SPORTS, empresa detentora da marca Kappa no Brasil.

GESTÃO

Para monitorar o gerenciamento e a logística da distribuição dos valores arrecadados, o Instituto Brilhante, criado e presidido pela jornalista e autora Mariah Morais, foi aprovado, devido sua idoneidade, pela Federação Paulista de Futebol e por Ricardo Setyon para controlar as ações da campanha. Famílias em situação de risco social e as instituições parceiras “Eats for You”, “AME”, “AMEO”, “Pata Amada Brasil” e o “Lar São Vicente” estão entre as beneficiadas.

“Fiquei muito feliz com a escolha do Instituto Brilhante. Isso aumenta não só a nossa credibilidade, mas, principalmente, a responsabilidade. Escolhemos instituições idôneas que tem a mesma política de transparências que o nosso Instituto”, destaca Mariah.

ITENS DO LEILÃO

A campanha já tem seu início de forma robusta, com mais de 120 itens para o leilão virtual do “Olé no Corona”. Entre as peças, algumas são de valor incalculável, como os dois relógios, feitos em série limitada e exclusiva para os capitães campeões do mundo, pela Technos, com o nome dos capitães Mauro e Bellini. Cada relógio vem acompanhado de uma medalha personalizada com o nome dos ídolos. A lista de itens exclusivos apresenta, ainda, um pôster autografado por Pelé, de seu último jogo, com data de 1º de outubro de 1977; uma folha intacta de selos comemorativos do milésimo gol do rei do futebol; uma camisa da seleção brasileira replica daquela utilizada por Carlos Alberto Torres durante a década 70; medalha de honra do 56º Congresso da FIFA, em Munique, em 2006, recebida por Pepe e camisas autografadas pelo ídolo do Santos e bicampeão mundial pela Seleção Brasileira; camisas autografadas por Falcão, Raí; entre outros itens históricos.

Entre os itens doados, uma medalha que Pepe recebeu da Fifa e uma camisa autografada por Zico. Fotos: Divulgação

FUNICONAMENTO DA CAMPANHA

A cada semana, a partir do dia 19 de agosto, um lote com quatro itens estará disponível no site www.olenocorona.com. O interessado deve entrar nos `itens da semana´ escolher a peça de sua preferência e dar o lance. O pagamento só será realizado caso o arrematante seja o vencedor do leilão. O item será enviado diretamente para a casa do ganhador, após a confirmação do pagamento.

SEGURANÇA

O leilão do Olé no Corona conta com a tecnologia Blockchain, a mais inovadora e importante para a segurança e rastreabilidade de registros e transações na Internet, com autenticidade nas operações e a segurança oferecida aos usuários. O sistema operacional será da rede colaborativa de leilão Bom Valor, comandada por um dos principais profissionais do segmento de leilões online do Brasil, Ronaldo Santoro. Os leilões serão coordenados pelo responsável da empresa Leilão do Esporte, Emerson Oliveira.

“?É um privilégio e uma honra para o Bom Valor participar deste projeto maravilhoso e vitorioso que é o Olé no Corona. Nossa plataforma para leilão e as soluções digitais que disponibilizamos trarão bastante ?eficiência, segurança, transparência e facilidade para este evento. Queremos fazer parte da transformação. E o Olé no Corona é transformação na vida de muita gente”, destaca Ronaldo.

#olénocorona360º
Além de jogadores e ídolos do esporte, Ricardo Setyon pretende reunir profissionais da mídia para ingressarem ao projeto e serem, pela primeira vez, parte atuante de uma ação dessa magnitude. “Quero poder contar com um grande grupo ativo de jornalistas, especializados na cobertura esportiva e de outras editorias, para a doação de itens de acervo pessoal - ligados ao futebol - para disponibilizarmos em nosso leilão. Tê-los, ainda, como parte integrante do projeto, nos auxiliando na conexão com atletas e outras personalidades, gerando maior participação de ídolos do futebol na campanha e, por que não, através de espaços na imprensa para o #olénocorona ter ainda mais visibilidade e conseguirmos ajudar mais pessoas”, finaliza o idealizador do projeto.

“O #olenocorona veio para ficar e se transformar na primeira plataforma de responsabilidade social através da ferramenta do futebol. Livre de qualquer participação política ou comercial, vamos criar a ponte entre o esporte mais amado do país com quem mais precisa de ajuda”, finaliza Ricardo Setyon.

PARCEIROS

O #olenocorona conta ainda com o apoio da empresa de construção de complexos esportivos de grama sintética, Soccer Grass; da agência de comunicação, Virei Notícia; da rede colaborativa de leilão, Bom Valor; da casa de leilões online e presenciais, Leilão do Eporte; dos bares Dona Nina, Seu Domingos e Quitandinha; da incorporadora Baller; e da Copa Internacional de Futebol Legends.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Int
    12
  • 2 Vas
    10
  • 3 Atl
    9
  • 4 São
    10
  • 5 Pal
    8
  • Veja tabela completa