Willian, do Corinthians, tratando lesão no ombro. Foto: Reprodução

Willian, do Corinthians, tratando lesão no ombro. Foto: Reprodução

Por conta do calendário apertado, muitos clubes brasileiros estão encontrando dificuldades para encarar tantos jogos em tão pouco tempo. Jogadores estão se lesionando muito e estão deixando uma dor de cabeça para que os técnicos consigam escalar suas equipes.

Em ano de Copa do Mundo, o calendário do futebol brasileiro está muito mais enxuto do que o normal. Com isso os jogadores estão tendo um desgaste físico e emocional muito grande, que estão acarretando nas lesões.

O Corinthians, por exemplo, está neste momento com 10 jogadores no departamento médico, dentre eles o lateral Fagner, que acabou de voltar do DM e já se machucou novamente. Outro clube que está encontrando dificuldades é o São Paulo, que perdeu o zagueiro Arboleda até o fim da temporada.

Com três competições acontecendo ao mesmo tempo, os clubes estão tendo que arrumar um jeito de evitar esse problema, e a solução mais usada é a utilização das categorias de base. Jogadores de aproximadamente 20 anos tendo que resolver grandes jogos por conta das lesões dos mais experientes.

Os técnicos, principalmente os portugueses, ficam assustados com a situação que estão passando. Afinal, não estão acostumados com um calendário tão cheio e repleto de grandes jogos, tendo pouquíssimos dias para treinar, já que, a cada três dias, terão outra partida.

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa