Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Foto: Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

É necessário voltar a falar do Corinthians. Mesmo sem futebol, mesmo sem bola rolando, o gigante continua sendo o centro das atenções por causa dos problemas praticamente diários que despencam no Parque São Jorge.

A dívida milionária assusta. Mesmo com excelente poder de negociação e captação de verbas, em um cenário econômico tão caótico fica difícil imaginar que por mais bem-sucedido que seja o plano de recuperação das finanças o clube irá conseguir equilíbrio no médio prazo.

Nas últimas semanas tem pipocado enquetes com torcedores corintianos perguntando se estariam dispostos a encarar um período de times modestos, finanças controladas e falta de títulos para poder quitar as dívidas.

A enquete é válida, mas a pergunta que talvez valha a pena saber do apaixonado torcedor é se valeu a pena os títulos e a belíssima Arena em troca desta pandemia monetária nas contas corintianas.

É inegável que Andrés Sanchez e seu grupo, que mandam no Corinthians desde 2007, formam a diretoria mais vitoriosa dos quase 110 anos de história gloriosa do alvinegro. Mas lá na frente como entrarão para a história? Os heróis que tiraram o clube da espera por um título da Libertadores e um Mundial com passaporte? Ou os tiranos que jogaram o clube na maior dívida de todos os tempos e que causou enormes prejuízos não só financeiros e técnicos, mas também na imagem da entidade?

Talvez os apaixonados digam que valeu a pena e que fariam tudo de novo se fosse preciso. Mas quem sabe esses mesmos apaixonados jamais tomariam este tipo de atitude em suas vidas pessoais, com seu próprio dinheiro. E para você, corintiano, está valendo a pena essa aventura do seu time?

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa