Tradicional equipe de Lisboa, o Belenenses foi arar na última divisão de Portugal. Foto: Facebook/Divulgação

Tradicional equipe de Lisboa, o Belenenses foi arar na última divisão de Portugal. Foto: Facebook/Divulgação

O que você faria se o clube do seu coração fosse parar na última divisão do seu país? E qual a chance de você, como torcedor, decidir levar seu clube para a última divisão para se livrar de um mal maior? O que te faz amar tanto seu time do coração? O quanto de amor precisa estar envolvido nessa relação para que você decida e aceite recomeçar a história do seu clube do mais baixo escalão? Bom, aqui vai uma bela lição

Portugal é um país apaixonado por futebol e, não por acaso, a capital, Lisboa, é uma cidade que respira o esporte bretão. Por onde se anda, avista-se uma bandeira de Benfica, Sporting, ou até mesmo do Porto, que sediado mais ou norte do país, tem sua grande torcida na principal cidade lusitana.

E são muitas as boas histórias no futebol português, afinal, um pequeno país com clubes tão tradicionais e “adeptos” apaixonados é um prato cheio para quem ama o futebol. Mas a melhor história do esporte em Portugal hoje não está o Estádio da Luz, no José Avallade, ou no Estádio do Dragão, destinos mais “fáceis” e óbvios para um turista que chega de fora. Hoje, a grande história do futebol em Portugal fica na região de Belém, no Estádio do Restelo.

Sede do Clube de Futebol Os Belenenses, o Restelo é o cenário (belíssimo por sinal) de uma relação de amor de uma torcida por seu time do coração.

Após problemas com a empresa que comprou 51% das ações do clube, os sócios-torcedores do Belenenses decidiram, em 2018, romper com os investidores, ainda que isso custasse ao Belenenses recomeçar sua história, mais do que centenária, na sétima divisão de Portugal.

Pois o clube “desceu ao inferno”, como costuma dizer seu presidente, Patrick Moraes de Carvalho, e vem subindo ano após ano, em busca de retornar à primeira divisão do país.

Nesse cenário, visitei o Restelo para assistir a Belenenses x Operário, jogo válido pelo Campeonato de Portugal, que equivale à quarta divisão. Um domingo de muito sol no outono português levou cerca de 2 mil torcedores apaixonados às arquibancadas do estádio que tem uma vista de tirar o fôlego da ponte 25 de Abril, do Rio Tejo e do Santuário Nacional de Cristo Rei, de Almada.

Na garganta dos torcedores, nada de cantos dizendo que o Belenenses é o melhor clube do mundo, ou provocações a rivais e gritos de guerra. O coro, cantado a plenos pulmões especialmente pela pequena, porém calorenta torcida organizada, e seguido pela maior parte dos “adeptos” é sempre exaltando o amor pelas cores do time de Belém.

“A nossa paixão não tem divisão” foi repetida inúmeras vezes ao longo dos 90 minutos. E quando questionados sobre o porquê seguir visitando o Restelo toda semana para empurrar o Belenenses, os torcedores são unânimes em dizer “por conta do amor!”.

Dentro de campo as coisas caminharam bem. O Belenenses, que vinha oscilando na temporada, especialmente em jogos fora de casa, saiu atrás no placar, mas buscou o empate no início do segundo tempo e, ao partir para cima, conseguiu a virada já nos acréscimos da partida. Poucas coisas na vida são tão bonitas e prazerosas quanto o gol da virada nos acréscimos.

Mas o placar era o que menos importava ali para quem observava de fora. Os adeptos do Belenenses não estavam ali para simplesmente torcer e ver o clube vencer. Estavam ali porque fazem parte do clube, porque na prática escolheram esse caminho e não abandonaram a entidade que tanto amam.

O futebol não é algo totalmente racional. E não precisa ser. Então talvez nem todo mundo consiga compreender o que é o Belenenses e sua torcida. Mas algumas coisas não precisam ser entendíveis. No futebol (e na vida) algumas coisas a gente simplesmente sente. 

No final das contas, o Belenenses, que vinha conseguindo acessos consecutivos em todas as últimas temporadas, acabou ficando no terceiro lugar do Campeonato de Portugal (quarta divisão) e não conseguiu vaga no terceiro escalão. Mas essa história não é sobre resultados, conquistas, placares. Não sabemos quando o Belenenses voltará à primeira divisão portuguesa. Mas temos a certeza de que, faça chuva ou faça sol, na primeira ou na última divisão, aqueles  mesmos torcedores estarão no Estádio do Restelo cantando, empurrando e se declarando ao time que tanto amam. 

CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE NO CANAL ENTREGOLS

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa