Ele residia em Maricá, no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução

Ele residia em Maricá, no Rio de Janeiro. Foto: Reprodução

Morreu no último sábado (5), vítima de infarto fulminante, aos 73 anos, o ex-zagueiro Fernando, que em 19 de novembro de 1969 cometeu o pênalti que resultou no milésimo gol de Pelé, sofrido exatamente pelo camisa 10 do Santos, no Maracanã.

Muitos atribuíram a infração a Renê, mas foi mesmo Fernando quem participou do lance. Porém, Fernando sempre alegou que Pelé cavou a infração assinaldada pelo árbitro Manoel Amaro de Lima (1946-2009).

Mineiro de Belo Horizonte, Fernando começou sua carreira na Mooca, pelo Juventus, e ainda defendeu o Bangu, a dupla rival da Bahia, Vitória e Bahia, e permaneceu na Boa Terra para jogar por Bahia de Feira e Leôncio, este o seu último clube, onde encerrou sua carreira em 1979.

CLIQUE AQUI E VEJA A PÁGINA DE FERNANDO NA SEÇÃO QUE FIM LEVOU?

ABAIXO, O LANCE DO PÊNLATI MARCADO PELO ÁRBITRO MANOEL AMARO DE LIMA (1946-2009) EM 19 DE NOVEMBRO DE 1969. A PARTIDA, DISPUTADA NO MARACANÃ, TERMINOU COM VITÓRIA SANTISTA POR 2 A 1

Em 2019, durante entrevista à Inter TV, do Rio de Janeiro. Foto: Reprodução


O Vasco em 1968 posando para foto no Maracanã vazio antes de jogo pela Taça de Prata. Em pé vemos Buglê, Pedro Paulo, Brito, Fernando, Eberval, uma moça não identificada e Ferreira. Agachados: Nado, Adílson, Valfrido, Alcir e Silvinho


Pelo Vasco, no Maracanã, no final da década de 1960. Em pé, da esquerda para a direita: Valdir Appel, Brito, Fernando, Alcir, Eberval e Fidélis. Agachados: Nado, Buglê, Adilson, Nei, Silvinho e Chico


Em Maricá (RJ), professor de escolinha de futebol, na década de 2010. Foto: Divulgação


No Maracanã, pelo Vasco, clube que defendeu entre 1968 e 1970. Foto: Divulgação

Dois momentos de Fernando

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa