Ivonaldo Vieira, ilustre muzambinhense que nos deixou ontem

Ivonaldo Vieira, ilustre muzambinhense que nos deixou ontem

Nadinho, o Ivonaldo Vieira, irmão de Ivan Surdão, o grande matador do futebol do Sul de Minas, antigo atacante de vários times amadores e semi-profissionais de Muzambinho noa anos 50, 60 e 70, morreu na última segunda-feira (13), em São Paulo. Nadinho foi também um grande artilheiro de futebol de salão e de futebol de campo.

Nadinho foi a primeira "universidade" que Milton Neves cursou rumo à comunicação e ao jornalismo.

Assinante de "A Gazeta Esportiva" nos anos 60, emprestava diariamente o jornal (e o rádio Philips) para o menino santista Milton Neves, que não tinha dinheiro, rádio ou assinatura de qualquer jornal para acompanhar sua paixão, que eram o futebol e o Santos Futebol Clube.

Depois de se aposentar como funcionário do antigo Banco de Crédito Real (absorvido pelo Bradesco), Nadinho formou-se em Direito e exerceu por muitos anos sua profissão no Sul de Minas, onde foi Procurador Federal do INSS em Minas Gerais.

Foi casado com Regina, com quem teve três filhos, sendo uma médica, uma juíza e um advogado, e avô de três netos.

Foi também técnico de futebol.

Nadinho era tio do ator Alexandre Nero, que é filho de Ivon (o Biluca), seu irmão mais velho.

O jantar de formatura da turma do Colégio Comercial de Muzambinho-MG, em 1970, na churrascaria do saudoso Emílio Pampa, restaurante que ficava defronte à Igreja da Aparecida. Na fila da direita, o primeiro é Ivonaldo Vieira, o Nadinho, irmão do famoso atacante Ivan Surdão, grande matador no sul de Minas nos anos 60 e 70. Seguem-se: Jorge Pimenta (ex-gerente do Banco de Crédito Real, falecido em Curitiba-PR), o ex-craque Tôti, Isa, Maura, Iolanda Modesto, Dú e sua ex-esposa Stella, já falecida. À esquerda, o primeiro é Márcio Vieira Gomes, o Delega, ex-militar, jogador de futebol, técnico e professor de Educação Física (morreu do Mal de Alzheimer). Ao seu lado, olhando para trás, Romildo Laureano de Araújo. Milton Neves, ao fundo, sorrindo, está na cabeceira da mesa. Observem na parede as propagandas eleitorais de Sebastião Navarro (à direita) e de João Marques de Vasconcelos, nos espelhos do barzinho. Eles eram candidatos a Deputado Federal e o professor João Marques foi até vice-governador de Minas Gerais na gestão do piauiense Francelino Pereira

 

Justíssima homenagem pelos 17 anos de serviços prestados como professor universitário na UNIFENAS, em abril de 2008, quando deixou o cargo de docência na referida universidade. Foto: Galvone Oliveira/site repórterunifenas.com.br

 

Da esquerda para a direita: Tente é o segundo, seguido por Braguinha, Carlos Miguel (Boca de Veia), Lezinho, Edson Dino, Orlando, Cesare Bianchi, Camila, Paulo Pingaiada, Pininho, Zé Eduardo (Du Botelho). O técnico é Nadinho.

 

Em pé, da esquerda para a direita, vemos: Nubinho, Biga, Gaspar, Garrincha, Esquilo, Zé Sprita e Griciel Agachados: Jorge Pimenta (gerente do Banco de Crédito real), Jairo, Nadinho, Laudimiro e Elcio Zoinho

 

Em pé, da esquerda para a direita, vemos: Geraldo, Pires, Caco, Nicolau, Simonal, Maé e Dario. Agachados: Nadinho, Ivan Surdão, Toniquinho, Jairo e Elcio Zoinho.

 

Equipe da Associação Bancária de Muzambinho na década de 60. Em pé, da esquerda para a direita: Heitor, Fernandinho, Nubinho e Cavadeira (árbitro). Agachados: Nadinho, Jorge Pimenta e Fernando Montanari. Foto enviada por Celio Sales

 

O futebol amador, amplamente difundido em Muzambinho e em todo o sul de Minas Gerais. Em pé, da esquerda para a direita: Nadinho, Amir, Carlinho Boca de Véia, Mixirica, Pininho, Lezinho, Camila e Grisiel. Agachados: Édson Dino, Tôti, Tente, Cesare Bianchi e Braguinha

 

Em pé, da esquerda para a direita: Antonio João, Paulo Pingaiada, Camila, Toninho Falcucci, Nicolau, Mixirica, Heitor, Fominha, o goleiro Delfo, Nadinho e Renê. Agachados: Edson Dino, Lucílio, Ivan Surdão, Tente, Cavadeira e Corote

 

O time dos Bancários de Muzambinho, no dia em que recebeu as faixas de campeão. Em pé, da esquerda para a direita: Ronaldo Anechinni, Valdemar Anderson, Paulinho Bianchi, Fernando Antonio Montanari (o Fominha), Willian Lemos, Nicolau, Mixirica, Heitor, Nadinho e o árbitro Lua. Agachados: Pitiquela, Jorge, Cavadeira, Ivan Surdão, o mascote Edson, o saudoso Fernando Montanari e Élcio Zoinho. Foto enviada por Carlos José de Pádua

 

Belo registro na década de 1970 na Fazenda Monte Alegre, em Muzambinho-MG. Em pé, da esquerda para a direita: Aluisio, Fernando, Griciel, Laudimiro, Pisgoleta, jogador não identificado e Márcio. Agachados: Jogador não identificado, Nadinho, Totonho, Osmar, Fernandinho, Juraci e Waldemar Anderson. O menino à frente é o Edgar, filho do Griciel

 

Agência do Banco de Crédito Real em Muzambinho, onde Nadinho trabalhou por muitos anos. Foto: Facebook/Banco de Crédito Real

 

Na década de 1970, da esquerda para a direita: Griciel, Nadinho, Carmem, Isa Machado, Rossana (filha de Nadinho), Claret e Márcio. Foto: Carmem Cruz

 

Atrás, em pé, da esquerda para a direita: Nadinho, Waldemar Anderson e Nubinho. Sentados: Pitichela, Griciel, Paulinho Bianchi e João Ruela

 

Atrás, da esquerda para a direita, estão Paulinho Bianchi, Ronaldo Anechine (irmão de Nicolau), Waldemar Anderson e Nubinho. À frente, Nadinho, Griciel, pessoa não identificada e Pitichela

 

Momento de alegria em encontro das famílias Noemia e de Valdomiro Chofer em Muzambinho. Nadinho está no alto à esquerda

 

Dois momentos de Nadinho

 

Elegantes muzambinhenses na década de 1960. Atrás: Luiz Menezes, Fernando Montanari, Nadinho, Paulinho Bianchi e Waldemar Anderson. Sentados: Romildo, Aluísio Modesto, João Ruela e Antônio João Salvador. Foto: soumaismuzambinho

 

Nos anos 60 e em janeiro de 2019

 

Em Muzambinho-MG, casal Nadinho e Regina, em janeiro de 2019

 

Alexandre Nero, sobrinho de Nadinho, em 2015, como garoto-propaganda da cerveja Proibida. Foto: Divulgação

 

Nadinho em 2017. Foto: arquivo pessoal

 

Nadinho na década de 1960. Foto: arquivo pessoal

 

 

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa