Governo chileno garante que a final da Libertadores será na capital do país (Foto: Conmebol/Reprodução)

Governo chileno garante que a final da Libertadores será na capital do país (Foto: Conmebol/Reprodução)

O Chile segue garantindo que a final da Libertadores acontecerá em Santiago. A ministra de Esportes do Chile, Cecilia Pérez, se pronunciou em entrevista coletiva nesta quarta-feira (30) para confirmar que o governo do país garante a manutenção da decisão do torneio continental entre Flamengo e River Plate, no dia 23 de novembro, no Estádio Nacional da capital. Pérez assegurou a segurança para realização do evento, apesar do clima de tensão que tomou conta do país com diversos protestos nas últimas semanas.

“Afirmamos nossa firme vontade e compromisso de realizar esta final. O governo nos deu total apoio para realizar a final da Libertadores em Santiago. O Ministério do Interior se encarregará de coordenar a segurança, para que seja uma festa esportiva que faça bem para o país. Vamos trabalhar para levar adiante esse encontro esportivo tão importante. O futebol pode ser uma boa chance para unir”, afirmou a ministra chilena.

A desconfiança em torno da realização da partida em Santiago aumentou nesta quarta-feira, especialmente depois que o presidente chileno, Sebastián Piñera, cancelou eventos de grande porte que seriam realizados no país: o Fórum de Cooperação Asia-Pacífico (APEC) que seria nos dias 16 e 17 de novembro; e a conferência do clima da ONU, a COP-25, que aconteceria entre 2 a 13 de dezembro.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa