Equipe alemã tem um candidato óbvio e outros dois que 'correm' por fora. Foto: Mercedes-AMG Petronas F1

Equipe alemã tem um candidato óbvio e outros dois que 'correm' por fora. Foto: Mercedes-AMG Petronas F1

A Mercedes nadou de braçada durante toda a temporada de 2020, aliás, como vem fazendo nos últimos anos, mas "ganhou" uma tarefa indigesta para esta reta final do campeonato, com o teste positivo de Lewis Hamilton para covid-19.

O britânico de 35 anos, heptacampeão, que já garantiu o título desta temporada, não poderá disputar o GP de Sakhir, que será realizado no próximo domingo (6) no anel externo do circuito do Bahrein, mesmo local em que foi disputada a prova do último dominog (29), em que ele mesmo Hamilton foi o vencedor.

O PILOTO RESERVA...

A Mercedes tem um piloto reserva, o belga Stoffel Vandoorne, de 28 anos, que disputou três temporadas na Fórmula 1, todas pela McLaren, entre 2016 e 2018, tendo sido impulsionado pela Honda nas duas primeiras e pela Renault na última. Vandoorne tem se mantido ativo pela Fórmula E, e participa de atividades da Mercedes através do simulador, conhecendo profundamente todos os comandos do carro. Em tese, é o favorito para a vaga.

RUSSEL?

O britânico George Russel, atualmente na Williams, andou com o carro da Mercedees nos testes da pós-temporada do ano passado no Bahrein, liderando o último dia de trabalhos no circuito de Sakhir. 

Do ponto de vista esportivo, seria uma chance de ouro para Russel, de 22 anos, considerado um dos melhores de sua geração, sobretudo em um comparativo com o titular Valtteri Bottas, que faz um campeonato apenas regular neste ano, ameaçado inclusive de não conseguir o vice-campeonato, pois Mas Verstappen, em terceiro, está defasado em apenas 12 pontos.

HULKENBERG?

O alemão Nico Hulkenberg, de 33 anos, substituiu Sergio Pérez em dois GPs neste ano e Lance Stroll em um deles, pois os pilotos da Racing Point estavam com covid-19. Embora a Racing Point tenha um carro muito parecido com o da Mercedes, não apenas por conta da motorização, mas também por toda a semelhança aerodinâmica e de construção, Hulkenberg tem um ponto contrário, e importante, para que a Mercedes não o escolha para a corrida do próximo fim de semana, afinal ele é cotado para a vaga de Alexander Albon na Red Bull em 2021.

Assim, seria muito arriscado que Hulkenberg tivesse acesso ao carro da Mercedes e, e em seguida pudesse repassar informações significativas para a Red Bull. Trocando em miúdos, um verdadeiro "tiro no pé".

TRANQUILIDADE NA MERCEDES

De qualquer forma, com Hamilton seguramente fora do próximo GP (Sakhir) e talvez do seguinte, em Abu Dhabi (Yas Marina, dia 13 de dezembro), a Mercedes não tem grande preocupação neste final de ano, pois já assegurou o título entre os construtores, que assegura a maior fatia da verba distribuída às equipes.


   

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCHINA NO YOUTUBE

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa