O karatê brasileiro conseguiu mais quatro vagas para o Pan-Americano de Lima, no Peru, de 26 de julho a 11 de agosto, durante o torneio qualificatório que foi disputado no Panamá.

Garantiram vaga Douglas Brose, na categoria até 60 kg, Jéssica de Paula, até 50 kg, e as equipes de kata masculina (Victor Mota, Guilherme Silva e Lucas Santos) e feminina (Carolaine Pereira, Sabrina Pereira e Izabel Viera).

Com isso o país estará representado em 11 das 14 categorias que serão disputadas no Pan, pois  vários atletas já haviam carimbado o passaporte durante os Jogos Sul-Americanos.

Já estavam classificados Vinícius Figueira (67kg), Hernâni Veríssimo (75kg), Williames Santos (kata), Valéria Kumizaki (55kg), Érica Santos (61kg), Gabrielle Sepe (68kg) e Nicole Mota (kata). 

O importante é que o Pan também dará vagas para a olimpíada, e pode ser uma grande oportunidade para aqueles que não conseguirem vaga via ranking.

Na última edição dos Jogos Pan-Americanos, em Toronto, em 2015, o Brasil ganhou três medalhas de ouro (Douglas Brose, Valéria Kumizake e Natália Brozulatto) e duas de bronze (Aline Souza e Isabela dos Santos), liderando o quadro da modalidade.

O karatê é um dos esportes que irão estrear no programa olímpico e o Brasil vai entrar para brigar por medalha. Douglas Brose, bicampeão mundial, em 2010 e 2014, Valéria Kumizake, vice mundial em 2016, e Vinícius Figueira, vice mundial em 2018 e bronze em 2014, são os principais candidatos.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa