Meio-campista chegou aos 13 anos no Beira-Rio. Foto: Reprodução

Meio-campista chegou aos 13 anos no Beira-Rio. Foto: Reprodução

Nascido nos Estados Unidos, em New Jersey, mas criado em Criciúma (SC), o meio-campista Johnny, que já jogou pela seleção norte-americana, fez um balanço de sua trajetória desde que chegou com sua família ao Brasil, logo após os atentados de 11 de setembro de 2001, ele começou nas divisões de base do Criciúma e acabou chamando atenção de integrantes da comissão técnica do Internacional, mudando para Porto Alegre aos 13 anos.

Johnny, cujo nome de registro é João Lucas Souza Cardoso, falou sobre a experiência e emoção ao defender o selecionado dos Estados Unidos e relembrou sua chegada ao clube gaúcho e a ansiedade e satisfação em estrear pela equipe principal.

"Lembro do pré-jogo, eu estava muito nervoso, acho que é normal, todo menino passa por isso, mas a vontade de vencer, mostrar meu futebol era gigante, e quando terminou o jogo eu só queria compartilhar com minha família e meus colegas", disse o jovem de 19 anos sobre sua estreia pela equipe principal colorada, que aconteceu no ano passado.

 ABAIXO, VÍDEO COM JOHNNY, MEIO CAMPISTA DO INTERNACIONAL

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa