Piloto estará no mais importante rali do mundo pela nona vez. Foto: Carsten Horst/RF1

Piloto estará no mais importante rali do mundo pela nona vez. Foto: Carsten Horst/RF1

Um dos principais nomes do rali brasileiro, com experiência em diversas competições únicas e campeonatos internacionais, o carioca Guiga Spinelli estará presente à próxima edição do Dakar, em 2021, competição que será realizada entre 3 e 15 de janeiro na Arábia Saudita, com largada e chegada em Jeddah.

Spinelli conduzirá uma Mitsubishi L200 Triton Sport Racing, com preparação da Spinelli Racing e South Racing, tendo como navegador o experiente Youssef Haddad, formando uma dupla que já conquistou diversos triunfos. Será a nona participação de Spinelli na competição.

“É uma grande conquista poder voltar ao Dakar depois de quatro anos. Foi uma oportunidade que acabou surgindo através das dificuldades desse ano extremamente atípico. Tivemos o cancelamento do Sul-Americano por conta da pandemia e trocamos nossa programação de ralis que não aconteceram para participarmos do Dakar. Poder representar o Brasil nessa prova novamente nos carros será especial”, comentou Guiga, que estreou no Dakar em 2009 e esteve presente em todas as edições até 2016, estando entre os dez primeiros colocados em duas delas. 

Mitsubishi L200 Triton Sport Racing, o carro com o qual a dupla Spinelli/Haddad disputará o Dakar em 2021, na Arábia Saudita. Foto: Carsten Horst/RF1

Spinelli soma cinco títulos no Sertões, quatro no Brasileiro de Rally Cross Country, dois na Copa Baja Brasil e o título do Dakar Series no Peru.

“A experiência dessas oito edições que participei do Dakar, além da experiência do Youssef (Haddad) na navegação, vai nos ajudar nessa nossa competição no deserto. Será a estreia do nosso Mitsubishi L200 Triton Sport Racing nesse tipo de rally. Ficamos satisfeitos com a performance do nosso carro no Sertões 2019, seguimos trabalhando no carro para o Sertões 2020 e com certeza teremos ainda mais evoluções até o Dakar”, ponderou Guiga, vencedor do Sertões em 2003, 2004, 2010, 2011 e 2014.

PALAVRA DO NAVEGADOR

Para o navegador Youssef Haddad, o Dakar representa uma relação de amor e ódio, pelo caráter desafiador e de dificuldade.

"Eu brinco que tenho uma relação de amor e ódio com o Dakar desde minha primeira participação em 2009. É um rally extremamente difícil e desafiador, mas não é impossível, temos toda condição de fazer uma boa prova. A realidade é bem distinta do que temos no Brasil. Participei nas edições do Dakar na América do Sul e agora na Arábia será ainda mais diferente. Inclusive haverá um formato novo de navegação que vai valorizar ainda mais a figura do navegador nesta prova e por isso estou contando já os dias para competir em mais um Dakar", comenta Haddad.

Youssef Haddad e Guiga Spinelli, parceria longa nas provas de off-road. Foto: Carsten Horst/RF1

ANTES DO DAKAR DE 2021, O SERTÕES NESTE ANO

Antes de disputarem o Dakar no próximo ano, a dupla Guiga/Haddad compete no Sertões em 2020, prova marcada para acontecer entre 31 de outubro e 7 de novembro, com uma dinâmica extremamente rígida em termos de segurança protocolar em termos de saúde por conta da pandemia do novo coronavírus.

“Quero agradecer muito aos nossos patrocinadores pela parceria nesse projeto. O Sertões também servirá de base para nós no Dakar. Vai ser uma volta depois de muitos anos sem participar de um rally no deserto. Não teremos oportunidade de treino nesse tipo de solo antes, mas confio muito no trabalho de todos da equipe. Vamos em busca do nosso objetivo, que é completar a prova e de preferência tentando nossa melhor participação na história”, completa Guiga.


     

 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa