Escritor gaúcho descreveu com humor a famosa 'pelada'. Foto: Paulo Borba

Escritor gaúcho descreveu com humor a famosa 'pelada'. Foto: Paulo Borba

Luis Fernando Veríssimo, brilhante escritor, um dos mais importantes cronistas do Brasil, completa 84 anos neste sábado (26).

Gaúcho de Porto Alegre, filho de outro ícone da literatura brasileira, Érico Veríssimo, Luis Fernando Veríssimo escreveu inúmeros textos relacionados ao futebol, o mais famoso deles chama-se "Futebol de Rua", que reproduzimos mais abaixo, onde ele enumera dez regras para a prática do futebol de rua, com muito humor e criatividade.

Colorado que acompanhou de perto a construção do Beira-Rio e as mais importantes conquistas do Inter, Luis Fernando Veríssimo reside na casa que foi do seu pai, no bairro Petrópolis, em Porto Alegre. Também apaixonado por música, é um excelente saxofonista, tendo inclusive participado em 2015 do álbum "Com Todas as Letras", da dupla gaúcha Kleiton & Kledir, não só como músico mas também como letrista da canção "Olho Mágico", cujo áudio também apresentamos nesta matéria.

FUTEBOL DE RUA - por Luis Fernando Veríssimo

Pelada é o futebol de campinho, de terreno baldio. Mas existe um tipo de futebol ainda mais rudimentar do que a pelada. É o futebol de rua. Perto do futebol de rua qualquer pelada é luxo e qualquer terreno baldio é o Maracanã em jogo noturno. Se você é homem, brasileiro e criado em cidade, sabe do que eu estou falando. Futebol de rua é tão humilde que chama pelada de senhora. Não sei se alguém, algum dia, por farra ou nostalgia, botou num papel as regras do futebol de rua. Elas seriam mais ou menos assim:
 
1. A BOLA
A bola pode ser qualquer coisa remotamente esférica. Até uma bola de futebol serve. No desespero, usa-se qualquer coisa que role, como uma pedra, uma lata vazia ou a merendeira do irmão menor.
 
2. O GOL
O gol pode ser feito com o que estiver à mão: tijolos, paralelepípedos, camisas emboladas, chinelos, os livros da escola e até o seu irmão menor.
 
3. O CAMPO
O campo pode ser só até o fio da calçada, calçada e rua, rua e a calçada do outro lado e, nos clássicos, o quarteirão inteiro.
 
4. DURAÇÃO DO JOGO
O jogo normalmente vira 5 e termina 10, pode durar até a mãe do dono da bola chamar ou escurecer. Nos jogos noturnos, até alguém da vizinhança ameaçar chamar a polícia.
 
5. FORMAÇÃO DOS TIMES
Varia de 3 a 70 jogadores de cada lado. Ruim vai para o gol. Perneta joga na ponta, esquerda ou a direita, dependendo da perna que faltar. De óculos é meia-armador, para evitar os choques. Gordo é beque.
 
6. O JUIZ
Não tem juiz.
 
7. AS INTERRUPÇÕES
No futebol de rua, a partida só pode ser paralisada em 3 eventualidades:
a) Se a bola entrar por uma janela. Neste caso os jogadores devem esperar 10 minutos pela devolução voluntária da bola. Se isso não ocorrer, os jogadores devem designar voluntários para bater na porta da casa e solicitar a devolução, primeiro com bons modos e depois com ameaças de depredação.
b) Quando passar na rua qualquer garota gostosa.
c) Quando passarem veículos pesados. De ônibus para cima. Bicicletas e Fusquinhas podem ser chutados junto com a bola e, se entrar, é gol.
 
8. AS SUBSTITUIÇÕES
São permitidas substituições no caso de um jogador ser carregado para casa pela orelha para fazer lição ou em caso de atropelamento.
 
9. AS PENALIDADES
A única falta prevista nas regras do futebol de rua é atirar o adversário dentro do bueiro.
 
10. A JUSTIÇA ESPORTIVA
Os casos de litígio serão resolvidos na porrada.
 
 
ABAIXO, A MÚSICA "OLHO MÁGICO", COMPOSIÇÃO DE LUIS FERNANDO VERÍSSIMO E KLEITON & KLEDIR. VERÍSSIMO TOCA SAXOFONE NA CANÇÃO QUE ESTÁ PRESENTE NO ÁLBUM "COM TODAS AS LETRAS", QUE REUNIU DIVERSOS ESCRITORES GAÚCHOS COM A DUPLA, EM UM PROCESSO ÍMPAR NA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa