Holandês largou melhor e se sustentou à frente em Zandvoort. Foto: Red Bull Racing Honda

Holandês largou melhor e se sustentou à frente em Zandvoort. Foto: Red Bull Racing Honda

De ponta a ponta, Max Verstappen venceu a prova em seu país neste domingo (5), o GP da Holanda, 13ª etapa do Mundial, no retorno da Fórmula 1 ao traçado de Zandvoort, que não recebia a categoria desde 1985.

Foi a 17ª vez que o holandês da Red Bull subiu ao degrau mais alto da categoria, a partir da pole que obteve na classificação, realizada na véspera. Com o triunfo, Verstappen é o novo líder do campeonato, com 224,5 pontos, contra 221,5 de Hamilton, que conquistou o ponto extra pela volta mais rápida. 

A chance de Lewis Hamilton (Mercedes) seria conseguir uma largada melhor que a de Max, o que não aconteceu. Além disso, na segunda parada para troca de pneus, Max foi para seu último stint com pneus duros enquanto Lewis utilizou os médios.

Valtteri Bottas, com a outra Mercedes, completou o pódio, em terceiro. Pierre Gasly (AlphaTauri) foi o quarto, Charles Leclerc (Ferrari) cruzou em quinto e Fernando Alonso (Alpine), que ganhou a sexta colocação de Carlos Sainz na volta final.

A PROVA

Contrariando as previsões mais pessimistas, largada absolutamente limpa, sem nenhum toque entre os 20 pilotos que partiram para a primeira volta. Verstappen não deu chance a nenhum ataque de Hamilton e conseguiu abrir em relação ao britânico.

Daqueles do pelotão da frente, Hamilton foi o primeiro a fazer sua parada para troca de pneus, substituindo os macios pelos médios e retornando em terceiro, na volta 21.

Na vola seguinte foi a vez de Max fazer o mesmo, retornando na segunda colocação, mas com o britânico mais próximo, enquanto Bottas se mantinha na pista.

Bottas permaneceu com seus pneus, aguardando a aproximação de Verstappen e Hamilton, com a intenção clara de segurar o holandês e permitir que Lewis ficasse pronto para tentar algo, mas o finlandês não resistiu e acabou sendo superado.

Em seguida, abriu para Hamilton subir para o segundo lugar. Na volta 32, finalmente, parada de Bottas para troca de pneus.

Na volta 40, nova parada de Hamilton, novamente calçando sua Mercedes com pneus médios. Verstappen não deu margem de recuperação para o britânico e fez seu pit-stop no giro seguinte, colocando pneus duros. Estratégias diferentes dos dois postulantes à vitória. A diferença entre eles na volta 41 era de 3s2. A justificativa da Red Bull para escolher o composto duro foi o desempenho da Ferrari, que estava com essa configuração e tinha bom ritmo.

Fim de corrida para Tsunoda na volta 51, enquanto Verstappen conseguia ampliar a vantagem para Hamilton, enquanto a disputa pelo ponto extra, pela volta mais rápida, seguia aberta nas voltas finais. Bottas parou para uma última troca, mas o melhor giro era justamente de Hamilton. 

Hamilton parou para sua tentativa de ganhar o ponto extra e fez o melhor giro, garantindo a bonificação. Disputa intensa pela sexta colocação e Alonso superou Sainz na última volta.

PRÓXIMA ETAPA

Já no próximo domingo (12) acontece a 14ª etapa do camepeonato, o GP da Itália, em Monza. No ano passado a pole foi de Lewis Hamilton (1min18s887). Pierre Gasly conseguiu sua primeira vitória na Fórmula 1, a bordo da AlphaTauri. Ao seu lado, no pódio, Carlos Sainz e Lance Stroll.

CALENDÁRIO COMPLETO DA FÓRMULA 1 EM 2021*

ETAPAS JÁ REALIZADAS

1. GP do Bahrein (Sakhir) – 28 de março - Pole de Max Verstappen (1mi28s997) - Vitória de Lewis Hamilton.
2. GP da Emilia-Romagna (Ímola) – 18 de Abril - Pole de Lewis Hamilton (1min14s411) - Vitória de Max Verstappen
3. GP de Portugal (Algarve/Portimão) – 2 de maio - Pole de Valtteri Bottas (1min18s348) - Vitória de Lewis Hamilton
4. GP da Espanha (Montmeló) – 9 de maio - Pole de Lewis Hamilton (1min16s741) - Vitória de Lewis Hamilton
5. GP de Mônaco (Monte Carlo) – 23 de maio - Pole de Charles Leclerc (1min10s346) - Vitória de Max Verstappen
6. GP do Azerbaijão (Baku) – 6 de junho - Pole de Charles Leclerc (1min41s218) - Vitória de Sergio Pérez
7. GP da França (Paul Ricard) – 20 de junho - Pole de Max Versappen (1min29s990) - Vitória de Max Verstappen
8. GP da Estíria (Red Bull Ring) – 27 de junho - Pole de Max Verstappen (1min03s841) - Vitória de Max Verstappen
9. GP da Áustria (Red Bull Ring) – 4 de julho - Pole de Max Verstappen (1min03s720) - Vitória de Max Verstappen
10. GP da Grã-Bretanha (Silverstone) – 18 de julho - Pole de Max Verstappen (Sprint) - Vitória de Lewis Hamilton
11. GP da Hungria (Hungaroring) – 1º de agosto - Pole de Lewis Hamilton (1min15s419) - Vitória de Esteban Ocon
12. GP da Bélgica (Spa-Francorchamps) – 29 de agosto - Pole de Max Verstappen (1min59s765) - Vitória de Max Verstappen (valendo metade dos pontos)
13. GP da Holanda (Zandvoort) – 5 de setembro - Pole de Max Verstappen (1min08s885) - Vitória de Max Verstappen

PRÓXIMAS ETAPAS:

14. GP da Itália – (Monza) - 12 de setembro
15. GP da Rússia – (Sóchi) - 26 de setembro
16. GP da Turquia (Istambul)  – 10 de outubro 
17. GP dos Estados Unidos  (Austin) 24 de outubro 
18. GP da Cidade do México (Hermanos Rodriguez) - 7 de novembro
19. GP de São Paulo (Interlagos) - 14 de novembro
20. A confirmar - 21 de novembro
21. GP da Arábia Saudita (Jedá) – 5 de dezembro 
22. GP de Abu Dhabi (Yas Marina) - 12 de dezembro

* Sujeito a alterações por conta da pandemia do novo coronavírus


      

  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOUTUBE

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa