Circuito montado na cidade de Diriyah recebeu duas corridas. Foto: Divulgação/F-E

Circuito montado na cidade de Diriyah recebeu duas corridas. Foto: Divulgação/F-E

O britânico Sam Bird (Jaguar) venceu a segunda corrida da etapa inaugural do campeonato de 2021 da Fórmula E, disputada neste sábado (27) em Diriyah, na Arábia Saudita. Ontem (sexta-feira), o holandês Nick de Vries foi o vencedor.

Largando em tereiro lugar, Bird apareceu bem logo na largada, superando Sérgio Sette Câmara, que caiu para terceiro. O holandês Robin Frijns (Virgin), que partiu da pole, passou a ser ameaçado por Bird, que acabou vencendo o duelo para chegar ao triunfo.

Assim, Bird subiu ao pódio em primeiro lugar, seguido por Frijns e o francês Jean-Éric Vergne (Techeetah). 

O brasileiro Sérgio Sette Câmara (Dragon/Penske) chegou a ocupar o segundo lugar após a ativação de um modo de ataque, mas acabou concluindo a prova árabe na sexta colocação.

ATUALIZAÇÃO...

Por conta de duas penalizações, a Jean-Éric Vergne (não utilizou os dois modos de ataque) e também a Nick Cassidy, este por ter excedido limite de volocidade. Ambos tiveram 24 segundos acrescidos em seus tempos, com isso, Sette Câmara foi promovido ao quarto lugar.

O outro brasileiro, Lucas Di Grassi (Audi) também foi beneficiado por punições e acabou com o oitavo lugar.

ACIDENTE

Um forte acidente com o britânico Alex Lynn (Mahindra), provocou o encerramento da prova restando 2min41s (mais uma vola) para o final. O carro de Lynn tocou em outro, capotou e deslizou de cabeça para baixo em alta velocidade, batendo em uma proteção. O piloto foi encaminhado a um hospital. A Mahindra, sua equipe, divulgou uma nota por meio do Twitter dando conta de que Alex Lynn estava consciente, falando e seria encaminhado para exames em um hospital próximo.

GRID "MEXIDO"

Depois da vitória do holandês Nick de Vries na abertura da etapa árabe, ontem, a prova de hoje reservou algumas surpresas na formação do grid, em razão do acidente sofrido por Edoardo Mortara na sessão livre. O piloto bateu forte, foi encaminhado a um hospital para mais exames, mas esteve o tempo todo consciente. Porém, todos os carros que utilizam o mesmo sistema de força, no caso Mercedes, ficaram fora da classificação por segurança, pois havia suspeita de problema de freios.

A CORRIDA

Assim que a uz vermelha apagou, Robin Frijns, o pole, manteve-se em primeiro, enquanto Sam Bird superou Sette Câmara e ganhou o segundo lugar.

Ao término da primeira volta, as seis primeiras colocações: Frijns, Bird, Sette Câmara, Turvey, Blomqvist e Muller. Di Grassi passou em 12º.

Enquanto Frijns e Bird começaram a se distanciar de Sette Câmara, Blomqvist começou a perder terrreno, sendo superado por Muller e Vergne, caindo para sétimo lugar. Em seguida, Felix da Costa superou Blomqvist.

Na volta 10, muitos pilotos começaram a ativar o modo de ataque, inclusive Sette Câmara, que passou a perseguir Frijns intensamente, conseguindo desgarrar do pelotão que vinha em seu encalço.

Bird foi superado por Frijns e Sette Câmara, mas com o modo de ataque ativado, Bird recuperou a segunda colocação.

Os seis primeiros na 14ª volta: Frijns, Bird, Sette Câmara, Vergne, Da Costa e Turvey.

Vergne passou a terceiro, ganhando a posição de Sette Câmara no momento em que a bandeira amarela foi acionada, um carro da BMW, o de Jack Dennis com problema após toque.

Da Costa começou a crescer e superou Sette Cãmara e Vergne, subindo para o terceiro lugar.

Duelo franco com os quatro primeiros muito próximos: Frijns, Bird, Da Costa e Vergne na volta 21.

Bird e Frijns passaram a trocar de posição em uma luta intensa pela liderança, o mesmo acontecendo com Vergne e Da Costa, em duelo em que acabaram tocando carenagens.

Fim de prova para Buemi na volta 27, que bateu na curva 4. Alex Lynn também bateu, mais forte ainda e foi encaminhado a um hospital. Com muitos destroços na pista, a direção optou por bandeira vermelha, mesmo restando 2min41s e mais uma volta, dando a corrida por encerrada.

Assim, Bird foi o vencedor, com Frijns e Vergne na sequência, completando o pódio.

PRÓXIMA ETAPA

O campeonato da Fórmula E terá prosseguimento no traçado urbano que será montado em Roma, no dia 21 de abril, desta feita em bateria única.


      

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa