O Portal Terceiro Tempo preparou um especial para a Copa do Mundo 2014, com entrevistas, vídeos, culinária e outros quesitos, que só o TT pode unir para para você

O Portal Terceiro Tempo preparou um especial para a Copa do Mundo 2014, com entrevistas, vídeos, culinária e outros quesitos, que só o TT pode unir para para você

Especial Copa do Mundo: Diogo Miloni, Ednilson Valia, Marcos Júnior, Kaique Lopreto, Kennedy Andrés, Roberto Gozzi, Thiago Tufano e Túlio Nassif

Twitter: @mnterceirotempo

Facebook: https://www.facebook.com/terceirotempo

 

 

Quando se conta a história da seleção alemã, não se fala apenas de futebol. Se fala - e muito - de política também. Afinal, a Alemanha, que hoje joga junta, formou por muito tempo, por conta de conflitos históricos, duas seleções: a Alemanha Oriental (socialista) e a Alemanha Ocidental (capitalista).

Os principais títulos vieram da Alemanha do lado ocidental. São três Copas do Mundo (1954, 1974 e 1990*), e duas Eurocopas (1972 e 1980). Na Euro de 1996, o país já tinha sido reunificado. Pelo lado oriental, apenas dois títulos: a medalha de ouro nas Olimpíadas de 1976, e a Pequena Taça do Mundo, em 1975.

*A Alemanha foi reunificada em 1990, mas depois da Copa do Mundo

Franz Beckenbauer (capitão no título de 1974), Lothar Matthäus (recordista de jogos) e Gerd Müller (goleador máximo) são considerados os principais jogadores da história da seleção alemã de futebol.

A classificação alemã para a Copa do Mundo de 2014 se deu com certa facilidade. A equipe comandada por Joachim Löw, com 28 pontos somados, ficou com o primeiro lugar do grupo C das Eliminatórias da Europa para o Mundial. Suécia, Áustria, Irlanda, Cazaquistão, e Ilhas Faroe completavam a chave.

Joachim Löw, que assumiu a seleção alemã em 2006, foi um jogador de relativo sucesso. Defendeu alguns times da própria Alemanha, como SC Freiburg, Stuttgart, Frankfurt e Karlsruher SC, e também da Suíça, como Schaffhausen, Winterthur, Frauenfeld.

Löw também já treinou alguns importantes clubes do futebol mundial, como o Stuttgart e o Fenerbahçe. Chegou à seleção alemã em 2004, como assistente de Jürgen Klinsmann, e assumiu o comando da equipe logo após a Copa de 2006, quando a Alemanha jogou em casa.

E o treinador deve armar o seu time na Copa do Mundo de 2014 no esquema 4-3-3. O time base deverá ser o seguinte: Neuer; Lahm, Mertesaker, Hummels e Grosskreutz; Khedira, Schweinsteiger e Ozil; Gotze, Muller e Reus. 

E a peça-chave deste forte time alemão é o volante Schweinsteiger, do Bayern de Munique. Aos 29 anos, ele chega ao Brasil no auge de sua técnica e em boa forma física. Será o terceiro Mundial do meia, que já atuou em 2006, na própria Alemanha, e em 2010, na África do Sul.

A Alemanha chegou á seis finais de Copas do Mundo e venceu metade. Perdeu o Mundial de 2002 justamente para o Brasil.

As únicas Copas que a Alemanha não participou firam a do Uruguai, em 1930 e a do Brasil, em 1950.

O atacante Klose pode superar a marca de artilheiro de todas as Copas, este título pertence ao Ronaldo. O brasileiro têm 15 gols e o alemão 14.

A Alemanha fez uma excelente campanha nas eliminatórias europeias. Foram nove vitórias e um empate. 36 gols marcados e apenas 10 sofridos.

Alemanha e Brasil se enfrentaram três vezes em competições oficiais. Foram dois jogos em Copas das Confederações e uma final de Copa do Mundo. A seleção sul-americana venceu todos.

0 – Clima- A seleção alemã ficará hospedada no forte calor da Bahia. E ainda vai jogar em Fortaleza e Recife. A diferença para o seu país é grande, este fator pode pesar no desempenho.

1 – Marcação- A seleção alemã não tem um volante de marcação e como seus laterais atacam mais do que defendem, este setor fica comprometido.

2- Bola aérea - A defesa mostra vulnerabilidade no jogo aéreo e terá que organizar nos jogos do mundial.

3- Experiência- Dos trinta jogadores convocados pelo técnico  Joachim Low, dezenove são estreantes em Copas do Mundo. Os alemães contam coma uma média de idade de vinte e cinco anos.

4- Klose- A seleção alemã aposta suas fichas no experiente centroavante Miroslav Klose, mas o atacante não fez uma boa temporada e seus números estão em baixa. A idade do atacante é avançada, em comparação aos outros jogadores.

5- Ataque- Apesar de os três atacantes,  Podolski, que atua no Arsenal, Schurrle, atleta do Chelsea e Klose, jogador da Lazio, a seleção alemã não tem mais nenhum atleta para este setor. Vai confiar a função dos gols nestes três guerreiros.

6- Eliminatórias- A seleção alemã fez uma excelente campanha nas eliminatórias europeias. Foram nove vitórias e apenas um empate.

7- Meio campo- Um dos melhores meio campo da Copa do Mundo, tanto é que, cinco meio-campistas serão titulares, Muller, Khedira, Ozil, Kroos e Scheinsteiger,

8- Grupo- A seleção alemã é a favorita do Grupo G. Portugal, Gana e Estados Unidos vão, provavelmente, disputar o segundo lugar.

9- Madura- A base titular da seleção alemã é a mesma da Copa do Mundo da África do Sul. Os jogadores estão maduros e preparados para o Mundial do Brasil.

10- Elenco- Em qual seleção do mundo Podolski ou Mário Gotze não seriam titulares? O grupo alemão é o mais forte desta Copa. O técnico Joachim Low têm excelentes opções no banco de reservas, para todos os setores.

 

Poderosa e sempre favorita a qualquer competição que venha a disputar, a tricampeã do mundo e da Europa Alemanha, veste a imponente camisa branca desde 1908, quando os dirigentes escolheram a bandeira do antigo estado da Prússia, do século 19, como base da vestimenta da equipe. Porém, a primeira camisa era branca, com uma grande faixa vertical preta no centro e uma águia estampada sobreposta ao escudo, simbolizando o estado prussiano. Tempos mais tarde, a faixa viria a ser horizontal. Com o passar dos anos a camisa sofreu poucas alterações, passou a ser inteiramente branca com detalhes pretos na gola e nas mangas, mas nunca deixou de desagradar sua torcida. Assim, o místico uniforme alemão se tornou símbolo do país e jamais sofreu mudanças em suas cores principais.

Apesar de todo o tradicionalismo, os alemães decidiram inovar. Mas foi somente nos anos 80 e na década de 90, quando o branco liso e solitário da camisa ganhou detalhes nas cores da bandeira alemã, em vermelho, amarelo e preto. E a inovação surtiu efeito. Consagram-se tricampeões em 1990, na Copa do Mundo da Itália, contra a Argentina de Maradona.

Sem dúvida a camisa da Alemanha foi a mais aguardada pelos torcedores, já que a fornecedora esportiva Adidas é de origem alemã. E como de costume, já era esperado um dos mais belos mantos do Mundial. A grande novidade fica por conta da faixa no centro do peito que remetem às cores da bandeira nacional. Os detalhes na mesma cor das faixas aparecem também, na gola e nas mangas.

 

  Lothar Herbert Matthäus, marcante meio-campista alemão que foi o primeiro jogador a conquistar o prêmio de melhor do mundo dado pela FIFA, em 1991, no ano de 2012, após experiências no Atlético-PR e Seleção Búlgara, seguia procurando uma nova equipe para treinar.

Clique aqui e veja a página de Lothar Matthaus na seção "Que Fim Levou?"

 

Mário Gotze de volta ao Borussia Dortmund?

Mário Gotze, uma das mais badaladas contratações do início da temporada passada, já pode estar de saída do Bayern de Munique. Dizem na Alemanha que o jogador não está contente com a reserva no time de Guardiola, e que existe a possibilidade de um retorno ao Borussia Dortmund por empréstimo.

Vale lembrar que, na época da transferência de Gotze para o Bayern, a torcida do Borussia ficou irada com o jogador. Alguns chegaram a tirar o nome dele de suas camisas e escreveram "Judas" no lugar.

A superstição impera no mundo do futebol e até com os pragmáticos alemães não é diferente.  O Brasil sagrou-se campeão 24 anos após o tri, a Itália faturou o tetra 24 anos depois e agora em 2014, os germânicos completam 24 anos de jejum. Para terminar a ausência de títulos, o técnico Joachim Low conta com os craques Podolski  e 
Ozil para conquista do título. Um dos motivos que pode impedir que o caneco vá para o país de Angela Merkel, é uma sequência de contusões que atingiu o goleiro Neuer e capitão Lahm, mas que para o início da competição devem estar recuperados.  

 

O repórter Kaique Lopreto entrevistou o jornalista, Mário André Monteiro, especialista em futebol alemão e responsável pelo site Alemanha Futebol Clube (clique aqui e conheça a página)

Especial Copa do Mundo - Alemanha - O tetra vem? by TerceiroTempo

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Pal
    16
  • 2 Atl
    15
  • 3 San
    14
  • 4 Fla
    13
  • 5 Int
    13
  • Veja tabela completa