No clube desde setembro, o treinador deixa a Raposa na zona de rebaixamento. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

No clube desde setembro, o treinador deixa a Raposa na zona de rebaixamento. Foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

O técnico Abel Braga não comanda mais o Cruzeiro. Após derrota por 1 a 0 diante do CSA, na noite da última quinta-feira (28), no Mineirão, o treinador colocou seu cargo à disposição da direção que avaliou e decidiu demiti-lo em comunicado nesta sexta-feira (29). Adilson Batista é quem assume o comando da Raposa na reta final do Brasileirão com a missão de livrar o time do rebaixamento.

“Infelizmente as coisas não dão certo, não é pela incapacidade do treinador, até porque não precisa provar nada para ninguém. Mas infelizmente temos que tentar alguma coisa, um choque qualquer. E ele nos deixou à vontade para isso, por isso tomamos essa decisão doída. Gostaria que as coisas tivessem caminhado de forma diferente. Mas aprendi a admirar esse cara, você é um exemplo de postura e honestidade”, disse o diretor de futebol do Cruzeiro Zezé Perrella em comunicado que oficializou a saída do treinador.

Contratado no final de setembro para substituir Rogério Ceni, Abel deixa o Cruzeiro na 17ª posição, com 36 pontos somados. Em 14 partidas na equipe mineira, o treinador alcançou três vitórias, três derrotas e oito empates.

“Eu estive aqui há dois meses. De forma muito rápida, estou saindo, me despedindo com a consciência doendo, porque vim com o intuito de ajudar o clube, os jogadores. Encontrei funcionários que vou levar o respeito, carinho, a amizade com essas pessoas. Foram 14 jogos, não conseguimos sair da zona. Esse peso é de não ter conseguido. Foi o que eu coloquei ontem depois do jogo. Não estou conseguindo. O adversário fez um gol, nós finalizamos 23 vezes e não fizemos. Isso se repetiu contra o Avaí, Fortaleza, Bahia. Tem que tentar alguma coisa de impacto, por isso deixei a direção à vontade. Sei a situação que peguei o clube”, disse Abel em pronunciamento.

Sob o comando de Adilson, o Cruzeiro enfrentará Vasco, Grêmio e Palmeiras na resta final do Brasileirão. Preocupado com o risco de ser rebaixado, Perrella comentou a chegada do novo técnico: "Adilson vem para ver se consegue causar um choque", afirmou.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa