Atacante rubro-negro fará sua estreia na temporada com o número polêmico. Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Atacante rubro-negro fará sua estreia na temporada com o número polêmico. Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

O futebol se engajou na luta contra a homofobia e o Flamengo entrou na luta. O atacante Gabigol decidiu aderir à campanha e vai vestir o número nesta segunda-feira (3), na partida contra o Resende, a primeira do time principal do Mengão em 2020.

A campanha combate a homofobia e se iniciou após a declaração do diretor do Corinthians Duílio Monteiro Alves, na apresentação do colombiano Victor Cantillo de que no clube não se usa 24 (referência a uma associação homofóbica ao número do veado no jogo do bicho).

A campanha foi aderida por outros clubes e outros jogadores do futebol brasileiro. Tailson, do Santos, Flávio, do Bahia, e Nenê, do Fluminense, passaram a usar o número. Além disso, o próprio Cantillo, no Corinthians, decidiu utilizar o número que já usava nos tempos em que defendeu o Junior Barranquilla.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa