Confira o apelo do respeitado médico paulistano

Confira o apelo do respeitado médico paulistano

Aos ilustres vereadores da Câmara Municipal de São Paulo

Excelentíssimo sr. Eduardo Tuma, presidente desta casa, em nome de quem cumprimento a todos os vereadores da cidade de São Paulo e agradeço a oportunidade de esclarecer o que se desenvolve à Rua Estado de Israel 636, próprio da prefeitura, onde se localiza a Medicina Esportiva da Escola Paulista de Medicina. Dividimos a quadra com a marinha que ora pleiteia nosso espaço, espaço esse que quando lá chegamos era um grande centro de drogas e jogos de azar. Lá iniciamos um sonho que hoje é total realidade, talvez desconhecida de parte dos senhores, qual seja, de atender a população menos provida financeiramente na área de Medicina do Esporte e Reabilitação, tendo como missão Assistência, Ensino e Pesquisa. Porém fomos mais longe e na Assistência, hoje contamos com uma medicina de excelência, totalmente SUS, para os cidadãos de São Paulo, com odontologia, psicologia, nutrição e todas as especialidades afins. Lá atendemos atletas carentes, sonhadores e desconhecidos, por onde passaram diversos “futuros medalhistas”
que muito orgulharam nosso país e lá foram tratados e operados pelo SUS: Maurren Maggi, Artur Zanetti, Jadel Gregorio, Fabiana Murer, testemunhas de nosso trabalho e muitos outros que serão esses atletas no futuro. Atendemos toda a comunidade além dos atletas sem recursos, em parceria com as Federações Paulista de Futebol, Ginastica Olimpica, atletismo, paratletas, Basquete, Futebol de cegos, ex - famosos atletas, hoje com dificuldades financeiras e todos os que nos venham procurar, além de darmos suporte médico emergencial e cirúrgico para as mais de 1000 crianças que treinam no Centro Olimpico do Ibirapuera e nos centros esportivos próprios da municipalidade. Temos reconhecimento nacional do COB, Comitê Olímpico Brasileiro e internacional, do COI e somos um dos 20 Centros de Excelência FIFA no mundo.

Na área do Ensino, temos conosco ao lado da USP, a 1ª residência em Medicina Esportiva MEC, do país, e a cada ano temos conosco 15 residentes médicos, além dos graduandos e 10 fisioterapeutas que conosco se especializam, perfazendo nesses 20 anos mais de 200 profissionais trabalhando pelo nosso Brasil Continente.

Na Pesquisa, temos o único mestrado profissional “Strictu senso” na área de ciências do esporte e do exercício físico, reconhecido pela CAPES, com mais de 50 pós graduandos nas diversas áreas do esporte, além de diversos cursos “lato senso” que desenvolvemos durante o ano.

Independente da solicitação da Universidade de outros 2 terrenos, envolvidos no projeto de lei, nosso pleito é de manter o que já existe de excelência há tantos anos e conseguirmos, por parte dos senhores, a aprovação do projeto de doação a longo prazo, para que possamos continuar nosso trabalho, contar com verbas para a melhora do espaço físico, privadas e públicas, já oferecidas por diversos políticos da esfera municipal, estadual e federal, porém, não autorizada pelo TCU, via Universidade, por termos sempre contratos de curta duração.

Por favor, lhes peço, deixem-nos continuar esse trabalho em prol da comunidade, não nos deixem apagar essa linda história, que com certeza tem ainda um futuro muito promissor.

São Paulo, 15 de outubro de 2019

Moisés Cohen
Professor Titular de Ortopedia e Medicina do Esporte da Escola Paulista de Medicina da UNIFES

No dia 16 de outubro de 2019, o Portal Terceiro Tempo recebeu a seguinte atualização do Doutor Moisés Cohen:

Em resposta ao que foi afirmado pelo Vereador Celso Jatene ontem na reunião de líderes, de forma errônea e desrespeitosa questionando o trabalho de atendimento realizado pela Disciplina de Medicina Esportiva da Escola Paulista de Medicina anexamos aqui documentado, como exemplo, os atendimentos de ontem pela manhã, com os devidos telefones. Anexamos também os atendimentos médicos e fisioterápicos dos últimos meses. Incluindo os atendimentos do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa onde também atuamos com nossas equipes. A Escola Paulista de Medicina sente se indignada e ofendida com a postura do vereador supracitado, deixando claro que as consultas são marcadas e o atendimento registrados com seriedade, respeito e responsabilidade em prontuários médicos e não da forma irresponsável como retratada pelo vereador Celso Jatene, que sempre tratou nossa instituição com profundo desafeto.

Nos anos de 2017, 2018 e 2019 além das consultas médicas foram realizados 52.410 atendimentos da fisioterapia nos setores do Clube Escola e COTP. Os relatórios estão em anexo no email enviado.
- 24.814 atendimentos no Clube Escola Unifesp.
- 27.596 atendimentos no COTP.

A doação dessa área permitirá darmos continuidade ao trabalho e captar investimentos públicos e privados para a melhoria do espaço, hora inviabilizada pelos contratos de curta duração com a secretaria de esportes e, portanto, não autorizados pelo TCU.
Vereadores insistimos por favor venham conhecer nosso trabalho na própria r estado de israel 636 para votar com maior conhecimento da causa em benefício da excelência do atendimento de um serviço SUS a população.

Moises Cohen
Professor Titular
Departamento de Ortopedia
E Traumatologia da UNIFESP

Você também vai gostar

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa