Lateral de 38 anos destacou que nunca se colocou acima do Tricolor. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Lateral de 38 anos destacou que nunca se colocou acima do Tricolor. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Duas semanas após rescindir oficialmente com o São Paulo, Daniel Alves se pronunciou aos microfones pela primeira vez. Em entrevista ao podcast Flow Sport Club, o lateral-direito valorizou o sonho de vestir a camisa do São Paulo e disse nunca ter se colocado acima do clube.

“Quando estava no São Paulo, jogando, defendendo o São Paulo, tentando criar uma sinergia para que o São Paulo performasse e estivesse em evidência, as pessoas diziam que eu era um grande profissional, trabalhava pra caramba. Depois que começou a confusão, falaram ´ninguém pé melhor que o são Paulo`. Como é que eu quero ser maior que o São Paulo se o São Paulo é o meu sonho? Nem se cogita isso”, disse o lateral.

“Não quero ser maior que ninguém, maior que nenhum clube. Quero o meu espaço que eu construí”, completou Daniel, que destacou a dívida que tem para receber do clube do Morumbi.

“De onde tiraram isso que eu queria ser maior que o São Paulo. Desde que cheguei, o São Paulo estava me devendo, nunca dei uma declaração de que estavam me devendo. Como posso ser maior que o clube? Meu ´B.O` resolvo em off até eu aguentar. Eu nunca declarei que o São Paulo estava me devendo, Chegou um momento em que eles declararam isso. Cara, vocês estão me expondo perante todo mundo, porque falar de dinheiro é expor. Pararam pra pensar que estamos em um país de dificuldade, em que as pessoas as vezes não tem o que comer em casa batalhando para ter um salário mínimo... aí você quer falar de dinheiro? Tá louco. Vocês estão me expondo, porque não estou aqui por isso. Mas ei, calma, tenho um valor. Não estou aqui por isso, mas tenho valor”, afirmou.

Muito criticado em sua saída do Morumbi, Daniel lembrou a passagem de Fernando Diniz pelo clube, destacando o legado deixado pelo treinador.

“O Diniz teve o azar de não conquistar. Mas o trabalho que ele fez vale pra mim muito mais do que qualquer título na vida, que é transformar pessoas. Tirar pessoas lá de baixo e botar na cena. Tanto que quando o Diniz foi embora, todo mundo em lágrimas”, declarou o lateral de 38 anos, que ressaltou a necessidade de sempre acharem culpados pelos resultados ruins no Tricolor.

“Tudo era culpa minha. Antes era minha e do Diniz. O Diniz saiu, aí ferrou. Agora é minha ou do Volpi. Eu saí, o Volpi se f... agora tudo é culpa dele. Daqui a pouco muda o foco”, comentou.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa