Dupla brasileira dos SSVs em ação na Arábia Saudita. Foto: Marian Chytka/Divulgação

Dupla brasileira dos SSVs em ação na Arábia Saudita. Foto: Marian Chytka/Divulgação

O nono dia do Dakar não foi fácil para a dupla brasileira Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin, piloto e navegador do SSV Can-Am Maverick X3 de numeral 402 na especial desta terça-feira (14), compreendida entre as cidades de Wadi Al Dawasir e Haradh, na Árabia Saudita. Muito frio no deslocamento e uma especial bastante técnica, com pedras e rios secos também pedregosos.

Eles tiveram uma quebra de homocinética e de uma correia e também um furo de pneu, o que os fez perder tempo significativo no trecho cronometrado de 415 quilômetros (terminaram o dia em 18º lugar), mas ainda assim estão no top-10, na nona colocação geral, após terem vencido a especial de ontem (segunda-feira).

A liderança entre os SSVs é da dupla norte-americana Casey Currie/Sean Berriman, com 23 minutos e 37 segundos de vantagem para os chilenos Francisco Lopez Contardo/Juan Pablo Latrach Vinagre.

CARROS

Disputa absolutamente indefinida entre os carros, restando três etapas para o término da 42ª edição do Dakar, com a liderança dos espanhóis Carlos Sainz e Lucas Cruz. Porém, a vantagém para as duas duplas seguintes é muito pequena. Nasser Al-Attiyah/Matthieu Baumel estão em segundo lugar com apenas 24 segundos de desvantagem. Stéphane Peterhansel/Paulo Fiuza, em terceiro, estão a 6 minutos e 38 segundos dos líderes.

ALONSO

O espanhol Fernando Alonso, que compete ao lado do navegador Marc Coma, segue fazendo um excelente Dakar de estreia. A dupla ficou em nono lugar na especial de hoje e está em décimo lugar na classificação geral, a bordo da Toyota Hilux da equipe oficial da montadora japonesa, a Toyota Gazoo Racing.

 A dupla Fernando Alonso e Marc Coma está em décimo lugar na classificação geral. Foto: DPPI Media/Divulgação/Dakar

 

MOTOS

Entre os competidores das duas rodas, o norte-americano Ricky Brabec segue na ponta, mesmo tendo perdido alguns minutos em relação ao segundo colocado geral, o chileno Pablo Quintanilla, vencedor da etapa desta terça-feira. A vantagem de Brabec para Quintanilla é de 20 minutos e 53 segundos. O australiano Toby Pryce, terceiro colocado, está a 26 minutos e 43 segundos do líder.

O brasileiro Lincoln Berrocal foi o 81º colocado da etapa e está em 75º na geral. 

Nesta quarta-feira (15) acontece a chamada etapa maratona, com todos os veículos, ao término da mesma, sendo confinados em parque fechado, sem manutenção. O trecho cronometrado será de 534 quilômetros, entre Haradh e Shubaytah. O trajeto terá, prioritariamente, dunas.

CAMINHÕES

Tudo absolutamente intalterado na disputa entre os caminhões, com o trio russo formado por Andrey Karginov/Anrey Mokeev/Igor Leonov firme na liderança, com 38 minutos e 35 segundos para o trio que está em segundo lugar.

QUADRICICLOS

O chileno Ignacio Casale vai dominando entre os quadriciclos com a ótima margem de 44 minutos e 57 segundos para o francês Simon Vitse, segundo colocado.

ETAPAS RESTANTES DO DAKAR/2020

15/1 
Etapa 10 - Haradh / Shubaytah
Deslocamento - 74 km 
Especial - 534 km
Total do dia - 608 km

16/1 
Etapa 11 - Shubaytah / Haradh
Deslocamento - 365 km 
Especial - 379 km
Total do dia - 744 km

17/1 
Etapa 12 - Haradh / Qiddiya
Deslocamento - 73 km 
Especial - 374 km
Total do dia - 447 km

TOTAL DO PERCURSO: 7.855 km
TOTAL DAS ESPECIAIS: 5.096 km

  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE



 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa