Brasileiros cumpriram bem a sexta etapa entre os SSVs na Arábia Saudita. Foto: MCH Photography/Divulgação

Brasileiros cumpriram bem a sexta etapa entre os SSVs na Arábia Saudita. Foto: MCH Photography/Divulgação

A dupla brasileira que compete na categoria SSVS, formada pelo piloto Reinaldo Varela e o navegador Gustavo Gugelmin, com o Can-Am Maverick X3 da equipe Monster Energy Can-Am, fez uma ótima especial nesta sexta-feira (10), fechando a sexta etapa da 42ª eidção do Rally Dakar na terceira colocação, resultado que os fez subir do 16º para o 13º lugar na classificação geral.

Não fosse o problema que enfrentaram na etapa 1, quando tiveram uma quebra na coluna de direção, certamente estariam lutando entre os primeiros colocados da disputa que nesta sexta-feira mudou de mãos, e agora tem liderança dos chilenos Francisco Lopez Contardo/Juan Pablo Latrach Vinagre (South Racin Can-Am), justamente os vencedores da etapa.

Foi o primeiro dos seis dias de competição em que a dupla brasileira não precisou descer do SSV para qualquer manutenção. Em um trecho cronometrado de 478 quilômetros entre Ha´il e Riyadh (capital da Arábia Saudita), poucas pedras e muita areia em meio às dunas, que agora serão o principal cenário até o encerramento da competição, dia 17, em Qiddiya. No total do dia, os competidores enfrentaram 830 quilômetros, incluindo os desclocamentos (inicial e final).

CLASSIFICAÇÃO (SEIS PRIMEIROS) NA ETAPA 6 (SSVs)

CARROS

A dupla espanhola Carlos Sainz/Lucas Cruz segue na ponta mesmo com o segundo lugar na sexta etapa, vencida por Stéphane Peterhansel/Paulo Fiuza, que seguem na terceira colocação geral. 

Os líderes Sainz/Cruz estão com 7 minutos e 48 segundos de vantagem para o duo formado por Nasser Al-Attiyah/Mattieu Baumel, que ocupam o segundo posto.

O espanhol Fernando Alonso (Toyota Gazzoo Racing), que tem o compatriota Marc Coma como seu navegador a bordo da Toyota Hilux, fez mais uma boa etapa nesta sexta-feira, fechando odia na sexta colocação, subindo duas na classificação geral. Alonso e Coma agora estão em 16º lugar.

A dupla Fernando Alonso/Marc Coma fechou o dia em sexto lugar e subiu duas posições na tabela geral, ocupando agora o 16º posto. Foto: DPPI  Media/Divulgação

MOTOS

Não houve mudança na liderança entre os competidores das duas rodas. O norte-americano Ricky Brabec venceu a etapa 6 e continua em primeiro, com boa margem para o segundo colocado. o chileno Pablo Quintanilla, que está defasado em 20 minutos e 56 segundos.

O brasileiro Lincoln Berrocal, um dos mais veteranos desta edição do Dakar, com 61 anos, cumpriu a etapa sem atribulações, fechando o dia em 71º lugar, mesma posição que está na classificação geral, tendo subido duas em relação à etapa anterior.

QUADRICICLOS

O chileno Ignacio Casale foi o segundo colocado do dia mas continua liderando entre os quadiciclos, com 38 minutos e 14 segundos sobre o francês Simon Vitse, que venceu a especial desta sexta-feira.

CAMINHÕES

O trio russo formado por Andrey Karginov/Andrey Mokeev/Igor Leonov permanece ponteando a disputa entre os caminhões, tendo vencido a etapa 6. Na classificação geral, estão à frente do também trio russo Shibalov/Nikitin/Tatarinov.

DESCANSO

Este sábado (11) não terá carros pelo deserto da Arábia. Será o único dia de folga do Dakar deste ano. No domingo (12), retomada de atividades, com 546 quilômetros de especial entre Ryadh e Wadi Al Dawasir. No total, incluindo os descocamentos, serão 741 quilômetros. 

ETAPAS RESTANTES DO DAKAR/2020

11/1 
Dia de descanso - Riyadh

12/1 
Etapa 7 - Riyadh / Wadi Al Dawasir
Deslocamento - 195 km 
Especial - 546 km
Total do dia - 741 km

13/1 
Etapa 8 - Wadi Al Dawasir / Wadi Al Dawasir
Deslocamento - 239 km 
Especial - 474 km
Total do dia - 713 km

14/1 
Etapa 9 - Wadi Al Dawasir / Haradh
Deslocamento - 476 km 
Especial - 415 km
Total do dia - 891 km

15/1 
Etapa 10 - Haradh / Shubaytah
Deslocamento - 74 km 
Especial - 534 km
Total do dia - 608 km

16/1 
Etapa 11 - Shubaytah / Haradh
Deslocamento - 365 km 
Especial - 379 km
Total do dia - 744 km

17/1 
Etapa 12 - Haradh / Qiddiya
Deslocamento - 73 km 
Especial - 374 km
Total do dia - 447 km

TOTAL DO PERCURSO: 7.855 km
TOTAL DAS ESPECIAIS: 5.096 km

  

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A HOME DE AUTOMOBILISMO DO PORTAL TERCEIRO TEMPO 

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR O CANAL DO BELLA MACCCHINA NO YOU TUBE



 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa