Treinador argentino alega que o Tricolor não cumpriu que os valores acordados em sua demissão. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Treinador argentino alega que o Tricolor não cumpriu que os valores acordados em sua demissão. Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net

Já faz quase três meses que o São Paulo demitiu Hernán Crespo, mas até hoje clube e treinador não chegaram a um acordo sobre os valores que o Tricolor deve ao argentino. Sentindo-se lesado, Crespo deve, então, acionar a Fifa para receber o que alega ter direito.

O treinador e sua comissão técnica cobram os valores referentes ao prêmio pela conquista do Campeonato Paulista e à rescisão contratual. Há, porém, divergências entre as partes sobre a quantia exata que deve ser paga pelo clube.

Segundo o Uol esporte, pessoas próximas ao treinador afirmam que o Tricolor não cumpriu o que foi combinado na saída do argentino. Crespo chegou a aceitar o parcelamento da multa rescisória e aguarda que o São Paulo envie o acordo assinado com os valores corretos que serão pagos.

O São Paulo afirma ter pagado a primeira parcela da multa e espera seguir pagando de forma divida o valor que julga ser o correto, até que chegue a um acordo com o argentino.

Nesse contexto, segundo o Uol Esporte, o estafe de Crespo está decidido a acionar a Fifa para receber os valores, afirmando que não há mais como chegar a um acordo com o Tricolor.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa