Símbolo de beleza, força e virilidade o garanhão é o cartão de visitas de um haras. Foto: Divulgação

Símbolo de beleza, força e virilidade o garanhão é o cartão de visitas de um haras. Foto: Divulgação

“Não basta ter qualidades. Transmiti-las é fundamental.”

Muitos acreditam que um garanhão seja apenas um cavalo adulto, com atividade reprodutiva ativa. Mas não são só esses quesitos que fazem de um cavalo um Garanhão.

Alguns cavalos inteiros adultos tornam-se garanhões pelo fato de serem extremamente habilidosos em suas modalidades, colecionando inúmeras vitórias em suas carreiras.

A criação de cavalos não é como a matemática. Existem muitas variáveis, onde nem sempre 1 + 1 = 2.

Quando chega a “Estação de Monta”, existe um leque de incertezas quanto aos critérios de escolha do garanhão mais acertado para a égua em questão. Uma vez que, em criação de cavalos, o objetivo principal é sempre o melhoramento animal, pretende-se que o descendente constitua sempre uma “versão” melhorada de seus pais.

Hoje, existem pessoas especializadas em escolher este garanhão ainda potro, para que, no futuro, possa ser um marco na criação daquele haras, são pessoas atualizadas, conhecedoras do cavalo e de cruzamentos com visão técnica e comercial. Seguem algumas dicas para minimizar possíveis erros na escolha de um garanhão para sua égua:

– O animal deve ser registrado na Associação da raça, possuindo o maior número de bons animais em sua família. Pai, mãe, avós de excelentes pedigrees, campanhas em provas e o mais importante precisam ser “produtores”, que é a transmissão da carga genética das qualidades demonstradas no animal em seus produtos.

– O Garanhão deve possuir características morfológicas condizentes com o padrão da raça escolhida para se criar. – Além da morfologia, procure selecionar um garanhão com base no seu desempenho e temperamento.

– Descubra a história de criação do garanhão. Visite o Haras pessoalmente e conheça o garanhão escolhido, para que a índole, temperamento e andamento sejam confirmados presencialmente.

– Peça para ver registros veterinários para garantir que nenhum histórico de doença transmissível existe na linha de sangue do garanhão selecionado. Ele deve estar livre de quaisquer doenças ou defeitos hereditários, bem como quaisquer distúrbios de comportamento.

– Observe se o pai e a mãe do garanhão escolhido possuem campanha e se produziram filhos campeões.

– Afinidades entre os pedigrees da égua e do garanhão também são importantes.

– Observe se as qualidades do garanhão melhoram os eventuais pontos fracos da égua que ele irá cobrir. Por exemplo: Se a égua não possuir excelentes aprumos, seu garanhão tem que se destacar nesse quesito. Se a égua não se destacar pelo seu andamento, o garanhão escolhido tem que superar e equilibrar tal característica. E por aí vai… analisar os pontos fortes e os pontos fracos dos progenitores para equilibrá-los é um dos pontos CHAVE da Seleção e Criação de Equinos.

– Avalie quais serão os possíveis resultados do cruzamento entre diferentes pelagens.

Fique atento! Não adianta fazer um bom cruzamento e não criar bem este produto. Pois hoje, todo grande garanhão ou toda grande égua nasceram de cruzamentos certos e tiveram excelentes criações e treinamentos.

Até a semana que vem, com mais cavalos em nossas vidas!!!

CLIQUE AQUI PARA ACESSAR AS COLUNAS DE FLÁVIA RAUCCI NO PORTAL DO LUIZ ANDREOLI

CLIQUE AQUI E ACESSE O SITE DO HARAS TRÊS RIOS

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa