Walter, atacante do Goiás. Foto: divulgação

Walter, atacante do Goiás. Foto: divulgação

Suspenso desde o final de 2018, o atacante Walter, do Goiás, já começa a projetar a sua volta ao futebol. A pena por doping do atacante vai até o dia 5 de julho deste ano. Ou seja, é provável que a bola não volte a rolar no Brasil antes de sua liberação.

Sobre o assunto, Walter falou ao Fox Sports que considera essa sua volta como um novo início de carreira. “O pessoal está comentando como é difícil ficar sem futebol nesse tempo de quarentena. Imagina eu que estou um ano e quatro meses parado? Imagina como está minha cabeça? [...] Considero este retorno ao futebol como um recomeço para mim. E eu acredito que ainda tenho cinco anos de carreira. O que já fiz, vai ficar para trás, vou ter um recomeço”, disse o atacante do Goiás.

Walter falou também sobre a sua briga com a balança, que o atrapalhou em diversos momentos de sua trajetória no futebol. “A bolacha recheada eu cortei. Tive que cortar. Estou bem mais magro. No momento mais importante no Goiás, em 2012-13, eu estava com 108 kg. Hoje, estou com 99 kg, mas meu objetivo é 94 kg para ficar bem. Eu coloquei na minha cabeça que eu tenho mais cinco anos de futebol. Os treinadores sabem que meu percentual de gordura é diferente. Eu tenho uma meta para render bem. E quando eu voltar, pretendo estar bem mais magro. Uma coisa que eu aprendi nesse tempo parado é que eu preciso do meu corpo”, finalizou.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa