Raio-x da maior competição nacional, que rendeu mais um título ao Alviverde e deixou o rival Alvinegro à beira da degola. Confira!

Raio-x da maior competição nacional, que rendeu mais um título ao Alviverde e deixou o rival Alvinegro à beira da degola. Confira!

Brasileirão 2018 chegou ao fim.

Palmeiras campeão. Justo!

Flamengo, Internacional e Grêmio classificados para a Libertadores da América. Justo!

São Paulo e Galo na pré-Libertadores. Justo também!

Flamengo, de novo, ficou só no cheirinho quanto ao título nacional. Previsível...

Já o São Paulo, classificado apenas para a pré-Libertadores causa frustração. Se compararmos o desempenho deste ano com as suas últimas campanhas no nacional, o Tricolor tem muito o que festejar, mas...

Diante da expectativa criada, sobretudo com o desempenho do time no primeiro turno, o São Paulo termina o nacional de forma frustrante para o seu torcedor. Classificado à Liberta, porém, de novo, como uma enorme incógnita para o próximo ano.

O mesmo pode se dizer do Internacional, que voltou da Série B e cumpriu ótima campanha. O Colorado sonhou com o título, assim como o São Paulo, mas terminou na terceira colocação, classificado direto à Libertadores e à frente do rival Grêmio. Parabéns ao Inter!

O Corinthians, até então o atual campeão brasileiro, safou-se da degola, somando 44 pontos. Mesmo pontuação alcançada em 2007, ano do rebaixamento. Um fiasco alvinegro, que poderia, sim, ter culminado com a queda e seria justo. Foi por pouco...

Destaques do nacional, principalmente pelas campanhas no segundo turno: Atlético-PR e Botafogo.

Santos cumpriu uma campanha de sobe e desce no nacional, e terminou despencando no Brasileirão. Fiasco também. 
Bahia terminou bem diante do potencial do seu elenco. Tricolor baiano cumpriu ótimo papel.

Já o Vitória despencou. Foi um dos quatro rebaixados e que estarão na Série B no ano que vem. Sport, América-MG e Paraná completam o quarteto de degolados.

Destaque ainda para o Ceará, do técnico “Lisca doido”, que conseguiu escapar da degola, assim como o Vasco. Foi na chamada “tábua da beirada”, mas valeu o esforço de ambos os clubes. 
Fluminense cumpriu campanha sem graça. E a Chapecoense respira aliviada por seguir na elite, sem nunca ter amargado à degola.

Gabigol fecha o nacional como artilheiro, com 18 gols. De saída do Santos, despede-se como goleador máximo do nacional.

Destaque também para Pablo, do Furacão, que marcou 12 vezes, ao lado de Diego Souza, do São Paulo e com um gol a menos do que o veterano Ricardo Oliveira, do Galo, que marcou 13 gols.

Acesse o Blog Salgueiro FC. Clique!

Twitter: @salgueirofc

Instagram: fsalgueiro72

Foto: Lucas Figueiredo / CBF

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa