Atual camisa 1 alvinegro ainda está abaixo do ex-goleiro na condição de maior da história do gol do Corinthians

Atual camisa 1 alvinegro ainda está abaixo do ex-goleiro na condição de maior da história do gol do Corinthians

O que torna um jogador o “maior da história” de um clube? Jogos, tempo de clube, títulos... Ou um misto de tudo isso?

Debate bom, por isso, resolvi propor aos amigos.

Pra mim, tudo pesa, mas deixo claro que o número de títulos é o que menos importa e explico os motivos que me levam a não levar um jogador a craque, ídolo ou maior da história pelas conquistas na carreira.

Por exemplo, um dos jogadores com mais títulos da Libertadores da América é o lateral Vitor, lembram dele?

Então, o jogador de muita força física e velocidade e pouca técnica, levantou a taça do torneio continental por três, com São Paulo (1993), Cruzeiro (1997) e Vasco (1998).

No entanto, Vitor passa longe de qualquer lista de melhores da posição nestes clubes. Ressalto também Zico, que terminou a carreira sem uma Copa do Mundo, mas foi um gênio da bola.

No Flamengo, é o maior também pelos títulos, e respeitado em todo o mundo sem ostentar uma taça de campeão do mundo.

Cito nessa comparação outros craques como o doutor Sócrates, também outro fora de série com a bola nos pés e sem uma constelação de títulos como alguns jogadores tidos como ídolos no futebol atual porque levantaram inúmeros canecos por jogarem também em grandes esquadrões.

Qual a lista de melhores da história do Corinthians vai deixar de fora o doutor Sócrates pelo fato de ele ter apenas títulos do Paulistão?

Dito isso, revelo que a minha reflexão nasceu das boas defesas na cobrança de pênaltis do gigante Cássio, na partida do Corinthians, diante do Racing, na Argentina, que manteve o Alvinegro na disputa da Copa Sul-Americana.

Para a geração atual, Cássio deve ser, sem dúvida, o maior goleiro da história do time do povo. Entendo essa veneração dos torcedores atuais, uma vez que mais do que nunca o torcedor brasileiro atual faz jus à malfadada máxima de que o mais importante é vencer. Gostar de futebol e respeitar o espírito do esporte por aqui ficam disparados em segundo plano.

Para mim, o maior camisa 1 do Corinthians é Ronaldo. Não apenas pelo número de partidas que ele tem com a camisa alvinegra (602 jogos), mas também pela sua trajetória no clube.

Ronaldo pode ser apontado como “goleiro “raíz” como está na moda denominar jogadores que realmente nasceram no clube e fizeram história pela agremiação.

Ampliando um pouco mais a discussão, levanto a bandeira também de que o Paulistão de 77 é uma conquista maior que os Mundias de 2000 e 2012 por tudo que representou para a história do clube e para a Fiel torcida.

Cássio é gigante não só na altura, mas também nas defesas e nos títulos conquistados. É um ídolo, sem dúvida, mas, por ora, ao menos para mim, fica fora na condição de maior camisa 1 da história do Corinthians, mesmo com Ronaldo apontando-o como o maior do clube.

Opinem!

 

Acesse o Blog Salgueiro FC. Clique!

Twitter: @salgueirofc

Instagram: fsalgueiro72

Foto: UOL

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa