Galo pode perder por três gols de diferença que ainda assim será campeão da Copa do Brasil. Foto: Pedro Souza/Atlético

Galo pode perder por três gols de diferença que ainda assim será campeão da Copa do Brasil. Foto: Pedro Souza/Atlético

Somente um “desastre” tira o título da Copa do Brasil do Atlético-MG em 2021. Para perder a taça e deixar de conquistar pela segunda vez a competição, o Galo precisa ser derrotado por cinco gols de diferença pelo Athletico-PR, nesta quarta-feira (15), às 21h30, na Arena da Baixada.

Para conseguir o “milagre” de reverter a diferença depois de ser derrotado 4 a 0 na partida de ida, o Furacão precisa alcançar um feito que nenhum outro clube conseguiu nos últimos dez anos.

A última vez em que o Atlético Mineiro foi vencido por cinco gols ou mais foi em 04 de dezembro de 2011.

Na oportunidade, o Galo foi batido por 6 a 1 pelo rival Cruzeiro na última rodada do Brasileirão de 2011, numa goleada histórica que salvou a Raposa do rebaixamento naquele ano.

Curioso é que a derrota por goleada do Galo afetou diretamente a vida do Athletico-PR, que brigava para não ser rebaixado com o Cruzeiro. Os paranaenses precisavam vencer o Coritiba na última rodada e torcer ara o Atlético bater a Raposa. O Furacão até fez sua parte, venceu o Coxa por 1 a 0, mas acabou caindo para a Série B por conta do resultado entre os rivais de Minas Gerais.

Outro resultado que interessa ao Furacão nesta quarta-feira (15) é uma vitória por quatro gols de diferença para, desse modo, levar a decisão para os pênaltis. O Galo, porém, não perde por essa diferença há seis anos: foi no Brasileirão de 2015, quando acabou batido por 4 a 0 pelo Santos, na Vila Belmiro.

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa