O Galo permanece com 100% de aproveitamento, no Brasileirão

O Galo permanece com 100% de aproveitamento, no Brasileirão

Do UOL, em Belo Horizonte

O Atlético-MG foi ao Castelão enfrentar o Ceará e conseguiu mais uma excelente vitória no Brasileirão, permanecendo com os 100% de aproveitamento e indo aos nove pontos no Brasileirão. O time mineiro saiu atrás, mas virou o jogo já nos acréscimos da partida.

Ricardo Bueno abriu o placar par ao Vozão, mas Nathan empatou praticamente no lance seguinte. No final do segundo tempo, Jair colocou o Galo na frente. Com o resultado, o Ceará fica com três pontos, enquanto o Galo soma nove, passa o Palmeiras e dorme na ponta da tabela.

Quem foi bem
Não só pelo gol marcado, Nathan repetiu os bons minutos que ganhou na última rodada, desta vez atuando por 60 minutos. Participou bem da organização do jogo, deixando o campo com cãibras.

Quem foi mal
Fábio Santos segue jogando aquém do esperado. Queixando-se de um desconforto em alguns momentos, atacou pouco e ainda marcou mal pelo seu setor.

Gramado ruim atrapalha e faz jogadores trocarem chuteira
Apesar do jogo movimentado, o gramado não contribuiu para o bom nível técnico. Alguns buracos, muita areia e terra deram não só uma tonalidade mais escura, mas deixaram o campo pesado para os jogadores. Alguns deles, como Elias e Zé Welison, tiveram que trocar suas chuteiras.

Ceará marca na hora certa em jogada com dois ex-atleticanos
O Ceará começou o jogo com mais vontade, ameaçando no cruzamento de Ricardo Bueno, que ninguém apareceu para completar. O Galo respondeu no contra-ataque rápido que Chará chutou forte e rasteiro, mas viu Diogo Silva encaixar bem sem dar rebote. Quando os visitantes passavam a liderar as ações, o Vozão achou seu gol com dois ex-atleticanos. Na jogada mais característica da equipe, Samuel Xavier cruzou para Ricardo Bueno, que subiu sozinho e contou com a falha de Réver para enganar Victor e abrir o marcador.

Galo adota o "abriu, chutou!", e empata imediatamente
Com dois bonitos gols na partida passada contra o Vasco, o Atlético ganhou mais confiança, e seus jogadores buscaram muitas finalizações de fora e entrada da área. Era só a defesa abrir os espaços que Elias, Ricardo Oliveira e Geuvânio arriscavam à meta do Vozão. Assim que levou seu gol, o time mineiro respondeu rápido com Guga, que encontrou Nathan dentro da área. Com muita liberdade, o meia não teve outra alternativa a não ser soltar a bomba, que ainda tocou o travessão antes de tocar as redes.

Victor falha, e capitão perde gol feito em último lance do primeiro tempo
O jogo caminhava para o intervalo quando Elias cometeu uma falta pouco depois do meio-campo. Carleto cobrou forte, Victor, alvo de críticas recentes, foi muito estranho para espalmar a bola, que ainda tocou a trave. No rebote, o zagueiro capitão Tiago Alves ficou de frente para o gol, mas chutou torto e salvou a pele do goleiro.

Com emoção, jogo fica lá e cá, e Galo marca no fim
Assim como no primeiro tempo, o Ceará recomeçou o jogo com mais apetite, roubando bolas com facilidade enquanto o Atlético cochilava. Novamente de cabeça, Ricardo Bueno chegou a marcar outro gol, mas nem precisou de VAR para ser anulado por impedimento. Aos poucos, o Galo melhorou, e Ricardo Oliveira também balançou as redes pelo alto, mas o tento não foi validado pelo mesmo motivo. Nos acréscimos, Jair subiu no capricho e fez o gol da vitória. 2 a 1 placar final.

Ceará segue como time mais disciplinado
As duas equipes entraram em campo líderes no quesito disciplina do Campeonato Brasileiro, ainda sem nenhum cartão amarelo ou vermelho na conta. Em campo, o Galo levou o primeiro amarelo faltando cinco minutos para o fim, com Jair, enquanto o Ceará terminou a partida zerado.

CEARÁ 1x2 ATLÉTICO-MG

Motivo: 3ª rodada do Brasileirão
Data/Hora: 04/05/2019, às 21h (de Brasília)
Local: Castelão, em Fortaleza (CE)
Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)
Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP)
Árbitro de vídeo: Jose Claudio Rocha Filho (SP)
GOLS: Ricardo Bueno, 23m 1ºT (1-0); Nathan, 26m 2ºT (1-1); Jair, 47m 2ºT (1-2)
Cartões amarelos: Jair (CAM)
Cartão vermelho: Não teve
Público/Renda: 16.815 presentes/R$181.088,00

Ceará: Diogo Silva; Samuel Xavier, Tiago Alves, Luiz Otávio e Thiago Carleto; Fabinho, Edinho; Ricardinho (Bergson, 18m 2ºT); Chico (Mateus Gonçalves, 27m 2ºT) e Fernando Sobral; Ricardo Bueno (Pedro Ken, 35m 2ºT). Técnico: Luís Fernando Flores (auxiliar)

Atlético-MG: Victor; Guga, Réver, Igor Rabello e Fábio Santos; Zé Welison, Elias; Nathan (Jair, 13m 2ºT), Geuvânio (Maicon Bolt, 20m 2ºT) e Chará; Ricardo Oliveira (Papagaio, 40m 2ºT). Técnico: Rodrigo Santana (interino)

(Foto: Reprodução Facebook @Atlético-MG)

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    77
  • 2 Pal
    67
  • 3 San
    64
  • 4 Grê
    56
  • 5 São
    52
  • Veja tabela completa