Há também interesse em sua manutenção devido à liderança que exerce sobre o plantel

Há também interesse em sua manutenção devido à liderança que exerce sobre o plantel

Thiago Fernandes
Do UOL, em Belo Horizonte

O Santos não desistiu de contar com Ricardo Oliveira no elenco comandado por Jorge Sampaoli. No entanto, o Atlético-MG não deseja liberar o seu artilheiro em 2019, com dez gols em 12 partidas. A diretoria do Galo já se reuniu com o centroavante e disse que pretende mantê-lo na equipe nesta temporada.

Marques, diretor de futebol do clube mineiro, informou ao atleta de 38 anos e ao seu estafe que cúpula e a comissão técnica de Levir Culpi não estão dispostas a liberá-lo para um retorno à Vila Belmiro.

Não é só o desempenho técnico que preocupa a diretoria atleticana. Há também interesse em sua manutenção devido à liderança que exerce sobre o plantel. Ricardo Oliveira é uma das referências da equipe no vestiário. O jogador já ajudou nomes importantes para o clube, como Róger Guedes, hoje no futebol chinês, e Juan Cazares.

Outro aspecto que preocupa é a inexperiência de seus substitutos. Alerrandro e Rafael Papagaio têm 19 anos cada. Embora tenha feito sucesso, a dupla ainda não está preparada para assumir a titularidade do Galo na visão da comissão técnica.

Ricardo Oliveira tem multa rescisória de R$ 200 milhões para clubes brasileiros, conforme revelado pelo UOL Esporte há aproximadamente duas semanas, e vínculo até dezembro de 2020. O valor foi estabelecido em setembro do ano passado, quando o camisa 9 teve o seu contrato renovado na Cidade do Galo.

Recentemente, o próprio jogador falou sobre o interesse do Santos em sua contratação e reforçou que deseja ficar onde se sente querido e valorizado.

"Eu quero estar onde eu seja querido. Eu quero permanecer onde me querem. Eu me sinto querido aqui. Acho que o torcedor tem demonstrado esse carinho comigo. Eu não posso me queixar de nada. Qualquer tipo de situação tem que ser apresentado aqui no Atlético. E aí o presidente (Sérgio Sette Câmara), o pessoal, se achar que deve levar adiante para conversar? Aí já não depende mais de mim. Mas uma coisa é certa: eu quero estar onde eu seja desejado, onde eu me sinta querido e valorizado", afirmou na ocasião.

Hoje, Ricardo Oliveira entra em campo diante do Boa Esporte às 16h (de Brasília), no Mineirão, para ajudar o Atlético a avançar para a final do Campeonato Mineiro.

Foto: Via UOL

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Bah
    0
  • 2 Atl
    0
  • 3 Cor
    0
  • 4 Spo
    0
  • 5 Red
    0
  • Veja tabela completa