Uruguaio vive um bom momento no Peixe. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Uruguaio vive um bom momento no Peixe. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Integrando uma seleta lista de estrangeiros goleadores em diversas temporadas, o uruguaio Carlos Sánchez (até agora com 18 tentos), já ultrapassou o colombiano Mauricio Molina (17 gols entre 2008 e 2009) e está próximo da marca do argentino Echevarrieta (com 20 gols entre 1942-1943), mas a preocupação do atacante não é esta, embora seus feitos sejam considerados positivos por ele.

“É lindo saber que estou nesta lista. Seria uma honra muito grande alcançar esse posto e ultrapassar o Copete. Porém, não é apenas um objetivo pessoal que estou buscando no Santos FC. Penso primeiramente em conquistar coisas no coletivo, como vitórias e títulos. Claro que balançar as redes sempre nos dá mais confiança, mas não é um objetivo que ficarei desesperado para alcançar”, disse Sánchez, que considera mais importante o duelo contra o Vasco neste sábado (5) em São Januário, a partir das 17h, válido pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro.

“O Vasco é um time qualificado e vem de uma vitória importante jogando longe de seus domínios. Eles são muito fortes jogando em casa, na Copa do Brasil já percebemos isso. Temos que entrar atentos desde o início para vencer. Óbvio que se marcar mais um gol ficarei bem feliz, mas primeiro quero ajudar a equipe dentro de campo e voltar para Santos com o triunfo na mala”, concluiu o meia uruguaio.

O Santos ocupa a terceira colocação no Brasileirão, com 41 pontos. O Vasco, em ascensão com Vanderlei Luxemburgo, está em 13º, com 27 pontos. 

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    58
  • 2 Pal
    50
  • 3 San
    48
  • 4 Cor
    43
  • 5 São
    43
  • Veja tabela completa