Representantes de jogadores alertam para possíveis atrasos de pagamento com a paralisação do futebol brasileiro. Foto: Ivan Storti/Santos FC

Representantes de jogadores alertam para possíveis atrasos de pagamento com a paralisação do futebol brasileiro. Foto: Ivan Storti/Santos FC

A paralisação do futebol por conta da pandemia do novo coronavírus tem gerado diversas preocupações do Brasil. Em meio a incertezas geradas pela disseminação da Covid-19, atletas profissionais começam a se preocupar com questões econômicas.

Antevendo um possível calote dos clubes, um grupo de advogados representantes de jogadores começa a se movimentar para evitar prejuízo aos seus clientes.

Em oficio enviado à FENAPAF (Federação Nacional de Atletas Profissional de Futebol), o grupo de advogados alerta para os perigos de possíveis faltas de pagamentos.

“Os clubes estão querendo oficializar o calote de pagamento dos atletas. São clubes que já estão com pagamento em atraso e querem utilizar o vírus para se imunizar das obrigações”, diz o advogado Tiago Rino, que destaca ainda que, apesar da paralisação do esporte no país, os clubes seguem recebendo dinheiro referente às cotas de televisão para a temporada.

“Os clubes estão recebendo as cotas de tv ainda. E ao que parece não sabem se vão receber abril, mas independente disso, querem cortar pela metade todos os salários. Inclusive querem sustar acordos judiciais já homologados”, declarou o advogado.

Confira o manifesta do grupo de adovgados enviado à FENPAF:

 

Últimas do seu time

  • Tabela

  • BRASILEIRÃO 2019

  • Classificação
    Pontos
  • 1 Fla
    90
  • 2 San
    71
  • 3 Pal
    71
  • 4 Grê
    65
  • 5 Ath
    63
  • Veja tabela completa